conecte-se conosco

MASampaio CorrêaSérie BÚltimas

Sampaio sofre com as bolas paradas, perde para o Coritiba e sai do G4

Foto: John Tavares/Sampaio Corrêa

Publicados

em

O Sampaio Corrêa não teve uma noite feliz, perdeu para o Coritiba por 3×2, nesta sexta-feira (16), no Castelão, e saiu do G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. O Tubarão sofreu com as bolas paradas nos gols de Val, Paulo Sérgio (contra) e Léo Gamalho, além da arbitragem que marcou um pênalti em uma falta fora da área no segundo tempo. Ferreira e Jefinho diminuíram, mas não evitaram o resultado negativo.

Com a vitória do Guarani sobre o Confiança por 4×1 na abertura da rodada, o Sampaio Corrêa caiu para o 5º lugar com 19 pontos e chegou ao terceiro jogo sem vencer. Na próxima rodada, na terça-feira (20), a Bolívia Querida tem um novo confronto direto contra o Guarani, às 19h, no Brinco de Ouro. Já o Coritiba é o vice-líder com 24 pontos, um a menos que o Náutico, e receberá o CRB, quinta-feira (22), às 19h, no Couto Pereira.

Prejuízo reduzido

A partida começou com trocas de ataques, intensidade e chutes em busca do gol. De início, quem foi mais competente foi o Coritiba. Aos 11 minutos, Robinho foi derrubado na entrada da área. Na cobrança da falta, Val chutou forte, a bola passou pela barreira e entrou para abrir o placar para os visitantes.

O Sampaio Corrêa tentou tomar as rédeas da partida com posse, mas poucas jogadas criadas e ainda viu o adversário ampliar a vantagem novamente na bola parada. Aos 37, Robinho cobrou uma falta na área e o zagueiro Paulo Sérgio marcou contra.

Mas ainda deu tempo de diminuir o prejuízo até o intervalo. Aos 43, Pimentinha fez boa jogada pela direita, entrou na área e cruzou. Ciel ajeitou sem querer e Ferreira bateu no canto para marcar o gol para o Tubarão.

Reação prejudicada pela arbitragem

A tentativa de reação da Bolívia Querida foi frustrada logo no início do segundo tempo e com erro de arbitragem. Aos seis minutos, Igor Paixão foi derrubado na entrada da área por Luís Gustavo e o árbitro marcou pênalti. Na confusão, ele expulsou o lateral-direito, voltou atrás e deu apenas amarelo. Porém, manteve a penalidade máxima que foi cobrada e convertida por Léo Gamalho.

Com 3×1 no marcador, ficou mais difícil para o Sampaio Corrêa. A equipe rodou a bola e teve dificuldades para entrar na área do Coxa. Na base da individualidade, Pimentinha tentou ser mais incisivo, mas também não teve sucesso. Apenas no último minuto, o Tubarão conseguiu balançar as redes novamente. Aos 53, o árbitro marcou mais um pênalti. Jefinho bateu com categoria e fechou o placar em 3×2.

Ficha do jogo

Sampaio Corrêa 2
Mota; Luís Gustavo (Watson), Paulo Sérgio, Nilson Júnior e Zé Mário; Pablo (Romarinho), Ferreira e Nadson (Jefinho); Jean Silva (Roney), Pimentinha e Ciel (Gui Campana). Técnico: Felipe Surian.

Coritiba 3
Wilson; Natanael (Romário), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Val (Igor) e Robinho (Matheus Sales); Igor Paixão (Dalberto), Waguininho e Léo Gamalho (William Alves). Técnico: Gustavo Morínigo.

Local: Estádio Castelão, em São Luís-MA.
Árbitro: Maguielson Lima Barbosa (DF) e Lucas Costa Modesto (DF).
Gols: Val (Coritiba), aos 11 do 1ºT; Paulo Sérgio (contra para o Coritiba), aos 37 do 1ºT; Ferreira (Sampaio Corrêa), aos 43 do 1ºT; Léo Gamalho (Coritiba), aos 12 do 2ºT; Jefinho (Sampaio Corrêa), aos 53 do 2ºT. 
Cartão amarelos: Paulo Sérgio, Pimentinha, Luís Gustavo, Watson e Roney (Sampaio Corrêa); Robinho e Dalberto (Coritiba).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending