conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Interino mostra otimismo em bom resultado do Bahia contra o Grêmio: “possibilidade alta”

Foto: Rafael Machaddo / EC Bahia

Publicados

em

Ainda com o técnico argentino Diego Dabove acompanhando a equipe dos camarotes, caberá ao português Bruno Lopes comandar interinamente o Bahia na partida deste sábado (21), às 19h, diante do Grêmio, em Porto Alegre, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. E apesar do momento difícil do Esquadrão, que somou apenas um ponto nas últimas seis rodadas, o técnico da equipe de aspirantes se mostrou otimista em interromper a sequência na arena gremista.

“Acredito que é 100% (de um resultado positivo). É possibilidade alta, é algo que eu quero, desejo. Viemos aqui para ser parte ativa do jogo”, pontuou o treinador. “O Bahia está em uma situação complicada porque está próximo da zona de rebaixamento. Imagina quem está na zona de rebaixamento. Se o Bahia está mal e fora da zona de rebaixamento, imagina quem está lá. Também tem que se olhar para as coisas positivas que estão sendo feitas. Estamos em uma situação que não desejamos, mas é uma boa oportunidade para dar resposta e inverter o ciclo.”

Por outro lado, Bruno Lopes não quis adiantar se pretende fazer mudanças na equipe. Para a partida, o treinador contará com o retorno do atacante Rossi, que cumpriu suspensão na derrota para o Atlético-GO. Já na lateral esquerda Matheus Bahia deve voltar ao posto de titular. Até porque, por questões contratuais, Juninho Capixaba não pode entrar em campo, uma vez que seus direitos são presos ao Grêmio.

“Quando há uma mudança (de técnico) é sempre porque algo não agrada, mas não podemos esquecer as coisas que foram bem feitas. É pouco tempo de trabalho, três treinos com todo o grupo e mais um regenerativo. Não dá para mudar tanta coisa, mas há questões comportamentais para ajustar, questões mais táticas. É por aí que vamos. Manter as coisas boas que estavam sendo bem feitas e ajustar algumas questões táticas”, despistou.

No entanto, um indício é de quer alguns jogadores da equipe de transição, que trabalham diretamente com Bruno Lopes, podem ser acionados. Tanto que na lista de relacionados estão nomes como Pablo, Raniele, Mayk e o garoto Raí, de 19 anos.

“A idade não pode ser um critério nem para entrar nem para sair da equipe. Tem que ser a qualidade. Se o jogador tiver qualidade, com certeza será aposta. Temos o caso do Raniele que já estava no elenco principal e trabalhou comigo no sub-23, o Raí, que é um menino do sub-20 e que eu decidi puxar para o sub-23 e agora puxei para esse jogo porque vi qualidades nele e com certeza tem características que podem acrescentar ao grupo”, afirmou.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending