conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Hélio é procurado por jogadores para possível retorno ao Náutico e deixa decisão com diretoria

Publicados

em

Na busca por um substituto para o técnico Marcelo Chamusca, demitido nesta quarta-feira (22) após passar 35 dias no clube e comandar o time por apenas seis jogos, o nome de um velho conhecido voltou a ser ventilado como possível opção para o comando do Náutico no restante da Série B: Hélio dos Anjos.

O treinador, que pediu demissão do Timbu há pouco mais de um mês chegou a ser procurado por alguns jogadores, entre eles o meia Jean Carlos e o atacante Kieza, e funcionários do clube sobre a possibilidade de um retorno. E se mostrou aberto à possibilidade.

Em contato com a reportagem do NE45, o treinador, via mensagem de texto encaminhada pelo filho e auxiliar técnico Guilherme dos Anjos, seguiu a mesma linha. Mas destacou que ainda não foi procurado oficialmente pela diretoria alvirrubra. “O Náutico é um clube que eu sempre terei um carinho enorme, quero voltar um dia como disse em outras oportunidades. Mas isso só depende da direção do clube”, pontuou.

Ainda segundo a apuração, um dos empecilhos para um possível retorno do treinador é a exigência, por parte de Hélio, do pagamento das premiações em aberto. No caso, R$ 250 mil pela permanência na Série B do ano passado e mais R$ 70 mil pela conquista do título do Campeonato Pernambucano deste ano (dos R$ 100 mil prometidos, o Náutico pagou apenas R$ 30 mil).

Além disso há uma resistência por parte da própria direção timbu pela forma como Hélio deixou o clube, no dia 18 de agosto, que pegou os dirigentes de surpresa. Após a saída, as duas partes não chegaram a um acordo quanto ao valor da rescisão contratual, o que levou o treinador a procurar a Justiça, com a causa podendo chegar a R$ 1 milhão.

Hélio dos Anjos anunciou sua saída do Náutico no dia 18 de agosto, após a derrota por 1 a 0 para o Cruzeiro, nos Aflitos, na ocasião a quinta seguida da equipe na Série B e que fez o time despencar da liderança, posição que ocupou por 14 rodadas, para a sexta colocação.

O treinador, que havia sido contratado em novembro do ano passado com a missão de evitar o rebaixamento do clube à Série C, deixou o clube após 48 jogos, com 22 vitórias, 15 empates e 11 derrotas, um aproveitamento de 56,2%.

Além de evitar o rebaixamento, Hélio dos Anjos foi campeão pernambucano deste ano com o Alvirrubro, quebrando um tabu de 52 anos sem títulos do clube sobre o rival Sport, e esteve a frente do Náutico no início arrasador na atual Série B, quando o time quebrou o recorde de invencibilidade no início de competição, permanecendo 14 jogos sem perder.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending