conecte-se conosco
Bahia x Flamengo Bahia x Flamengo

BABahiaSérie AÚltimas

Prejudicado pela arbitragem mais uma vez, Bahia perde do Flamengo no Maracanã

Foto: Marcelo Cortes/Flamengo

Publicados

em

Sabia-se que ia ser um jogo difícil. Todos esperavam por isso. Mas não se contava com que a arbitragem viria a prejudicar novamente o Bahia, como aconteceu pela terceira rodada seguida no Brasileirão. O Tricolor de Aço perdeu para o Flamengo por 3 a 0, no Maracanã, e teve um pênalti muito mal marcado a favor dos cariocas, que abriu o placar nesse lance com Gabigol. Na segunda etapa, Michael e Andreas Pereira deram números finais ao jogo.

Com o resultado, o Bahia segue no 16º lugar, com 36 pontos. O Flamengo continua como terceiro, com 57, mas tem um jogo a menos que os demais. O Tricolor de Aço volta a campo somente no dia 18, contra o Sport, na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata-PE, às 21h. O Rubro-negro pega o São Paulo neste domingo (14), às 16h, no Morumbi, em São Paulo-SP.

Confira a classificação da Série A

Flamengo pressiona e Bahia busca contragolpes

O duelo no Maracanã teve início com os donos da casa buscando o gol desde o começo. Vindo de um empate contra a Chapecoense, o Flamengo tentava dar uma resposta ao seu torcedor. O Bahia, com uma postura mais precavida, visava os contragolpes apostando na velocidade dos seus pontas.

O time carioca vinha criando mais, tendo maior presença no campo de ataque e começou a chegar com perigo aos 19 minutos, em cobrança de falta de David Luiz que acertou a rede pelo lado de fora. Aos 24, Vitinho quase marcava de cabeça após cruzamento de Rodinei. Contudo, daí em diante, a arbitragem assumiu o protagonismo da partida, mas de maneira ruim, mudando todo o curso do que vinha acontecendo no Maracanã.

Arbitragem prejudica Bahia novamente

Aos 26 minutos, Diego recebeu dentro da área, ajeitou e emendou uma bicicleta. A bola foi direto no peito de Conti, ainda acertando o ombro do zagueiro, e o árbitro marcou a penalidade. Depois disso, o VAR chamou o árbitro Vinícius Gonçalves, mas ele manteve a marcação. Bahia prejudicado novamente, pela terceira rodada consecutiva. Aos 31, Gabigol bateu bem o pênalti e converteu.

O Esquadrão ficou pilhado pelo erro de arbitragem, e não era para menos. Daí em diante, com o jogo mais nervoso, o Tricolor acabou perdendo o lateral-esquerdo Matheus Bahia, que cometeu outra falta para cartão amarelo e, como já tinha antes, foi expulso. Quase que o empate saiu aos 44, com Nino Paraíba. Ele recebeu pela direita, invadiu a área e bateu cruzado, com força, mas Hugo Souza mandou para escanteio.

Flamengo amplia e mais expulsões

O Rubro-negro voltou melhor no intervalo, criou boas chances e parou em Danilo Fernandes aos dois minutos, quando Thiago Maia pegou uma sobra de bola na entrada da área, mas o goleiro espalmou para escanteio. A pressão carioca permaneceu, com muita presença no campo de ataque e, com um a mais, acabou ampliando. Aos 12, Vitinho levou na linha de fundo e cruzou para Michael, na pequena área, escorar para o gol.

O Bahia tentou se reencontrar em campo, fez alterações, mas logo após um novo lance gerado pela cabeça quente, terminou em mais expulsões. Aos 14 minutos, Rossi entrou de maneira forte com o cotovelo em Diego e o árbitro não marcou nada. Na sequência do lance, o meia do Flamengo pegou o atacante pelo pescoço e o clima esquentou. Depois de aplicar o amarelo para cada, o juiz foi chamado pelo VAR e corrigiu, expulsando ambos.

Os donos da casa se mantiveram com maior posse de bola, dominavam o jogo e conseguiram ampliar com Andreas Pereira, aos 43 minutos, batendo da entrada da área. Resultado ruim, já se sabia que era um jogo difícil para o Bahia, mas que teve uma grande parcela de contribuição dos erros grosseiros da arbitragem, mais uma vez.

Ficha do jogo

Flamengo (3)

Hugo Souza; Rodinei, Gustavo Henrique, David Luiz (Bruno Viana) e Ramon (Bruno Henrique); Thiago Maia (Piris da Motta), Diego e Andreas Pereira; Vitinho (Renê), Kenedy (Michael) e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho.

Bahia (0)

Danilo Fernandes; Nino Paraíba, Germán Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Edson (Luizão), Daniel (Ronaldo César) e Lucas Mugni; Raí (Rossi), Juninho Capixaba (Renan Guedes) e Gilberto (Rodallega). Técnico: Guto Ferreira.

Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro-RJ.

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP).

Assistentes: Christian Passos Sorence e Hugo Sávio Xavier Correa (ambos GO).

Gols: Gabigol, aos 31′ do 1ºT, Michael, aos 12′ do 2ºT, e Andreas Pereira, aos 43′ do 2ºT (FLA).

Cartões amarelos: Matheus Bahia e Germán Conti (BAH).

Cartões vermelhos: Diego (FLA); Matheus Bahia e Rossi (BAH).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending