conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Direção do Sport mira recursos para quitar percentual de salários suspensos do elenco

Foto: Anderson Stevens/Sport

Publicados

em

Com o rebaixamento à Série B decretado ontem, o Sport já começou a planejar a sua temporada 2022. Porém, antes de dar início a reformulação do elenco e a formação do time para a próxima temporada, o presidente em exercício do Leão, Yuri Romão, colocou, em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, que a prioridade máxima da diretoria leonina é obter os recursos necessários para quitar os percentuais dos salários suspensos do atual elenco.

“Sobre os 30%, vamos nos reunir sexta-feira sobre como obter recurso e quitar. É uma questão que, do ponto de vista pessoal, eu não queria girar o ano sem uma solução. É uma questão pessoal minha. Provavelmente iremos ao mercado para quitar esses débitos. temos que ter respeito com essas pessoas e nós temos isso. Não abrirei mão de fazer a quitação desses valores”, explicou o presidente em exercício do Sport, Yuri Romão. 

A retenção salarial em questão faz parte de um acordo feito, em julho, entre os atletas e atual diretoria do clube devido à grave crise financeira em que o Rubro-negro se encontra. Assim, ao assumir o executivo do clube, o presidente afastado, Leonardo Lopes, e Yuri Romão, seu vice à época, prometeram aos jogadores que o percentual de 30% da remuneração mensal seria quitado após o término do Brasileirão. 

Além da parte salarial pendente entre os meses de julho e novembro, o Sport ainda deve aos atletas, o salário integral de maio e junho, essa dívida ainda como herança da antiga gestão. 

Essa iniciativa do atual presidente serve como forma de reconhecer a aplicação e a responsabilidade dos atletas para com a instituição durante a campanha da Série A. Segundo o mandatário leonino, os jogadores quase conseguiram o milagre da permanência e sentiram muito a concretização do descenso após a vitória do Juventude diante do Red Bull Bragantino, na última quarta-feira. 

“Um registro que gostaria de fazer é que esses caras operaram um milagre. Eles fizeram a parte deles, não nos deram trabalho, zero trabalho. Foram compromissados, sentiram a queda”, reconheceu Romão.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending