Connect with us
Náutico: Kieza sente lesão na posterior da coxa e fará exames Náutico: Kieza sente lesão na posterior da coxa e fará exames

NáuticoPESérie BÚltimas

Náutico: Kieza sente posterior da coxa e fará exames

Foto: Tiago Caldas/CNC

Published

on

O atacante Kieza, titular do Náutico no empate por 1 a 1 no clássico ante o Sport, sentiu a posterior da coxa na partida. O jogador passará por exames de imagem para ter um diagnóstico mais preciso da situação e o DM alvirrubro entender a gravidade do problema muscular.

Kieza não atuava pelo Náutico desde o dia 21 de abril, quando foi titular na partida ante o Retrô, em confronto válido pela primeira partida da final do Campeonato Pernambucano, onde o Timbu perdeu por 1 a 0.

Ou seja, passou quase dois meses sem atuar com a camisa do Timbu. No clássico ante o Sport, Kieza jogou por cerca de 60 minutos. A reportagem do NE45 procurou o DM do Náutico, mas não obteve retorno. O espaço segue aberto para atualizações.

Náutico: Kieza sente lesão na posterior da coxa e fará exames
Foto: Tiago Caldas/CNC

Na entrevista após a partida, o técnico Roberto Fernandes falou sobre a utilização de Kieza no clássico. O comandante, inclusive, revelou que foi aconselhado para não voltar com o jogador para o 2º tempo, mas conversou com o atacante durante o intervalo e manteve o centroavante no time titular.

“A (substituição) do Kieza, por exemplo, fui aconselhado para nem voltar com ele para o 2º tempo, porque o atleta estava desgastado, já estava sentindo dores localizadas. Mas aí eu conversei com Kieza e disse: Kieza, vamos para mais 10 minutos”, disse Roberto.

“Mas aí, depois da última ação dele antes de sair, ele olhou para mim e fez o gesto da substituição. Aí não tem o que fazer. O Kieza a gente sabia que não aguentaria mais de 60 minutos, isso era notório”, completou Roberto.

Histórico de lesões de Kieza no Náutico

Fazendo um recorte de lesões de Kieza no Timbu desde a Série B do ano passado, o atacante teve uma ruptura no tendão em julho de 2021, o que o tirou dos gramados por cerca de sete meses – e consequentemente da Segundona do ano passado.

Em fevereiro deste ano, teve uma contusão grau 3 na coxa, o que tirou o jogador por cerca de dois meses dos gramados. Em abril, uma nova lesão: fortalecimento muscular, ficando fora em torno de um mês.

Informações, números, análises e mais: veja as últimas do Blog de Cassio Zirpoli sobre o futebol nordestino
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados