conecte-se conosco
Após fechar com o Remo, Gerson se despede do Botafogo: 'Não foi fácil tomar essa decisão' Após fechar com o Remo, Gerson se despede do Botafogo: 'Não foi fácil tomar essa decisão'

PBSérie CÚltimas

Após fechar com o Remo, Gerson se despede do Botafogo: ‘Não foi fácil essa decisão’

O agora ex-treinador do Belo se pronunciou sobre saída nas redes sociais; veja

Foto: Guilherme Drovas/ Botafogo

Publicados

em

Gerson Gusmão se pronunciou oficialmente, nesta terça-feira, sobre a saída do Botafogo, após mais de um ano de um sólido trabalho. Na última segunda, ele aceitou o convite do Remo, concorrente do Belo na Terceirona, e aproveitou também para se despedir do clube.

O treinador destacou os números à frente do Botafogo, além das boas campanhas. Inclusive a atual, onde o Belo figura em terceiro na Série C. Por fim, Gerson afirmou que foi uma escolha difícil deixar a equipe paraibana.

Em relação ao substituto, o Botafogo fechou com o velho conhecido Itamar Schulle, já anunciado. O presidente Alexandre Cavalcanti, ao falar da escolha sobre o novo comandante, disparou contra o Remo: ‘Antiético’.

Despedida de Gerson do Botafogo

Após um ano e dois meses chega ao fim meu ciclo no Botafogo Futebol Clube. Nesses pouco mais de 14 meses de trabalho, dediquei-me do primeiro ao último minuto. Busquei alcançar as metas e objetivos traçados e condizentes com a grandeza da instituição.

No total, comandei o Belo em 69 jogos. Onde totalizamos 30 vitórias, 26 empates e 13 derrotas. Marcando 85 gols e sofrendo apenas 49. Solidez de um time que prezou sempre pela dedicação e obediência.

Nessa trajetória, chegamos muito próximo do acesso à Série B. Obtivemos a 3ª melhor campanha da fase de grupos da Copa do Nordeste 2022, ficando atrás, apenas, do Ceará e Fortaleza, equipes da Série A do Campeonato Brasileiro.

Nesta despedida, deixamos o Botafogo entre os quatro melhores times da Série C, a apenas três pontos do líder. O caminho para buscar o acesso está pavimentado.

Quero deixar meu sincero agradecimento a toda direção do Botafogo. Além de agradecer, de coração, aos atletas, membros da comissão técnica e cada funcionário do clube.

Por fim, não foi fácil tomar essa decisão. Porém, saio de cabeça erguida e com a certeza que procurei sempre fazer o meu melhor.

Gerson Gusmão

Informações, números, análises e mais: veja as últimas do Blog de Cassio Zirpoli sobre o futebol nordestino

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending