conecte-se conosco
Náutico Sede Náutico Sede

NáuticoPESérie CÚltimas

Conselho do Náutico marcará reunião para discutir Liga Forte, mas saída do clube é descartada

Foto: Tiago Caldas/Náutico

Publicados

em

Cota de R$ 10 milhões pelo acordo de 50 anos será a pauta da reunião

O Conselho Deliberativo do Náutico marcará uma reunião, na próxima semana, para debater a Liga Forte Futebol (LFF). O Timbu é um dos três clubes, junto a Atlético-MG e Internacional, que ainda não assinaram o acordo pela venda de 20% dos direitos comerciais dos clubes da LFF pelos próximos 50 anos no Campeonato Brasileiro, a partir de 2025. E esta será a pauta entre os conselheiros.

O acordo feito com a Life Capital Partners e Serengeti Asset Management é de R$ 2,3 bilhões. Desse montante, R$ 35 milhões irão para a Série C e R$ 10 milhões podem ficar com o Náutico. 

O valor, no entanto, é questionado por alguns conselheiros. Há uma ala no clube que defende que o justo seria o Náutico receber mais de acordo com o critério estabelecido pela LFF pelo histórico no Campeonato Brasileiro de pontos corridos de 2003 até 2023.

Por outro lado, por estar na Série C, o Náutico poderia até ficar sem receber nenhum valor mesmo sendo um dos fundadores da Liga Forte Futebol. A inclusão dos clubes da Terceira Divisão aconteceu apenas após a Assembleia realizada em junho. Vale ressaltar que o acordo é pelos direitos comerciais dos clubes nas Séries A e B.

Todos esses pontos serão debatidos na próxima reunião do Conselho Deliberativo do Náutico. Para que, assim, o clube alvirrubro dê uma resposta definitiva para a Liga Forte Futebol.

“Existe uma comissão mista formada por representantes da diretoria executiva, Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal. Nada será decidido sem uma discussão ampla envolvendo todos os poderes do clube. Repito, nenhum poder decidirá sozinho. Durante os próximos dias, muitos ex-presidentes, diretores, conselheiros, sócios e alvirrubros que sempre contribuem serão ouvidos”, explicou Pablo Vitório, vice-presidente do Conselho Deliberativo do Timbu.

Liga Forte Futebol aprova acordo de investimentos de R$ 2,3 bilhões; confira os repasses

Saída do Náutico da Liga Forte Futebol é descartada

Apesar da indefinição sobre a assinatura do acordo de venda dos 20% dos direitos comerciais por 50 anos, a saída do Náutico da Liga Forte Futebol não é cogitada internamente. Mesmo que não aceite o acordo, o clube poderá continuar na LFF.

“Absolutamente ninguém quer que o Náutico saia da LFF. Somos fundadores e entusiastas da liga. O ponto que gera divergência é a venda de 20% por 50 anos. Muitos pensam que deveríamos aceitar, outros acham que não. Mas o clube não sairá da LFF. Isso é certo”, completou Pablo Vitório.

Adiantamento do pagamento da LFF

Dos R$ 2,3 bilhões do acordo, R$ 500 milhões começarão a ser pagos pela XP como forma de adiantamento a partir da próxima semana. Em 2023, os clubes receberão 50% do valor total. O restante será dividido em 25% em 2024 e 25% em 2025.

Clubes da Liga Forte Futebol

A Liga Forte Futebol é formado por: ABC, América-MG, Athletico, Atlético-MG, Atlético-GO, Avaí, Brusque, Chapecoense, Coritiba, Ceará, Criciúma, CRB, CSA, Cuiabá, Figueirense, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Internacional, Juventude, Londrina, Náutico, Operário-PR, Sport, Tombense e Vila Nova.

Além do Timbu, CSA, Figueirense e Brusque são os clubes da Série C que estão na LFF. Os outros três já aceitaram receber.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados