Connect with us
Renato Paiva, técnico do Bahia. Renato Paiva, técnico do Bahia.

BABahiaSérie AÚltimas

Paiva avalia trabalho no comando técnico do Bahia e afasta culpa: “Não faço milagres”

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Published

on

Renato Paiva está no comando do Bahia desde dezembro de 2022

Não faço milagres. Essa foi a consideração do técnico Renato Paiva após mais um revés do Bahia na Série A. Desta vez, o placar foi de 2 x 0 para o Athletico Paranaense, na Ligga Arena. Com o resultado do último domingo (16), o Esquadrão fica cada vez mais perto do Z-4.

Renato Paiva, técnico do Bahia.
Felipe Oliveira/EC Bahia

Questionado sobre os atributos positivos do trabalho realizado à frente do Bahia durante os últimos sete meses, Paiva disse que segue confiante apesar dos resultados recentes e ressaltou o pouco tempo no comando e o elenco novo como os principais problemas do time.

“São sete meses de trabalho, um mês de pré-temporada com três ou quatro reforços e um elenco completamente novo. Eu não faço milagres”, iniciou.

“O Paiva está confiante no trabalho que está fazendo. Sabe os jogadores que tem, sabe os adversários que tem. O jogo de hoje foi muito difícil, mas continuamos trabalhando de forma honesta e consciente. Apesar do desejo das pessoas em afirmar isso, Renato Paiva não é o problema e quando for, vai dizer. Se fosse o problema, a equipe não jogava tão bem como nos últimos jogos. É verdade que o time não ganha”, completou o técnico, referindo a si mesmo em 3° pessoa.

O Bahia chegou ao quarto jogo seguido sem vencer no Brasileirão: são três derrotas e um empate. Ao todo na Série A 2023, são apenas três vitórias, quatro empates e oito derrotas. Contra o Athletico, Paiva chegou a sua 42° partida no comando do Tricolor de Aço. Desde dezembro no clube, o treinador português soma 17 vitórias, 12 empates e 13 derrotas à frente do time. Para Renato Paiva, sete meses é pouco por causa do calendário de jogos apertado.

“Já disse aos jogadores que sinto claramente que a chave vai virar. Não tenho dúvida nenhuma disso em função daquilo que eles trabalham. Lembro de três ou quatro jogos que nós, de fato, não jogamos bem. Tirando isso, fomos muito competitivos sempre e muitas vezes melhores que o adversário. Não ganhamos, eu sei. Não há vitórias morais, eu sei. Mas, para validar o meu trabalho e o dos jogadores, as vitórias morais também contam”, pontuou.

De desempenhos abaixo, o treinador listou os jogos contra o Athletico, o Santos, o Cuiabá e o Goiás. Os dois primeiros foram derrotas, já os dois últimos empates.

Próximo jogo do Bahia

Com o risco de entrar na zona de rebaixamento ao fim da 15° rodada, o Esquadrão soma 13 pontos na Série A, dois a mais do primeiro time no Z-4. O próximo compromisso é contra o Corinthians, no sábado (22), às 18h30, na Arena Fonte Nova.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados