conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Com 80% de risco, Náutico faz jogo da sobrevida contra Juventude

Publicados

em

Com risco de rebaixamento de 80,1%, de acordo com o site Chance de Gol, especializado em projeções matemáticas, o Náutico volta a campo neste sábado, às 21h, para enfrentar o Juventude, no estádio Centenário, em Caxias do Sul, pela 24ª rodada da Série B. Será a terceira partida do Timbu sob o comando do técnico Hélio dos Anjos, que acumula uma derrota (para o CRB, em sua estreia) e um empate (com o Vitória, na última terça-feira). O que só aumenta a obrigação pelos três pontos.

Há seis rodadas na zona de rebaixamento, o Náutico seguirá na 17º posição, mesmo em caso de triunfo. Porém, um novo tropeço pode significar um aumento da já grande diferença de cinco pontos para o Vitória, primeiro time fora da zona de degola, na 16º posição. O problema, porém, é péssima fase do time, que venceu apenas um dos últimos 14 jogos disputados.

Já o Juventude vive outra realidade. Com 37 pontos a equipe briga diretamente pelo acesso à Série A vê como obrigação a vitória diante de um dos piores times do campeonato.

Ausências e retorno

Para a partida, Hélio dos Anjos não poderá contar com o atacante Álvaro, que com dores no joelho esquerdo (o mesmo operado no início do ano) deixou a partida contra o Vitória ainda no primeiro tempo. O exame de imagem não detectou nenhuma nova lesão no local, porém, como precaução, o jogador não viajou para Caxias do Sul. 

Álvaro se junta assim ao também atacante Vinícius, e aos volantes Jhonnatan e Bustamante, que seguem vetados pelo departamento médico. Porém, por outro lado, o atacante paraguaio Guillhermo Paiva, se recuperou de problemas físicos e voltou a ser relacionado.

Tabu

Essa será a quarta vez na história que o Náutico enfrenta o Juventude em Caxias do Sul. E nas outras três não conseguiu vencer, com dois empates (1 a 1 em 2007, pela Série A, e 0 a 0,em 2017, pela Série B) e uma derrota (2 a 1, no jogo de ida da semifinal da Série C do ano passado. Na volta, nos Aflitos, o Timbu devolveu o placar e se classificou nos pênaltis)

Como foi o jogo de ida

Náutico e Juventude fizeram um jogo eletrizante nos Aflitos, no dia 20 de agosto. A partida, que marcou a estreia do técnico Gilson Kleina no comando alvirrubro acabou empatada por 3 a 3 com várias alternâncias de placar. O Timbu abriu 2 a 0, com gols de Erick e Jean Carlos, mas viu a equipe gaúcha empatar ainda no primeiro tempo, com direito ao goleiro Jefferson ser substituído após sofrer forte pancada  na cabeça, 

No segundo tempo, já com Marcão no gol, o Náutico sofreu a virada e teve o zagueiro Camuranta expulso. Mas conseguiu um novo empate, mais uma vez com Jean Carlos.

Apito

A arbitragem da partida ficará a cargo de André Rodrigo Rocha, do Tocantins, que será auxiliado por Cipriano da Silva Sousa e Natal da Silva Ramos Júnior, ambos também da federação tocantinense.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados