conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Bahia inicia ‘Era Dado’ contra o pressionado Inter na Série A 2020

Dado Cavalcanti fará a sua estreia como treinador da equipe principal do Bahia. (Foto: Felipe Oliveira/Bahia)

Publicados

em

Quando a bola rolar na Fonte Nova, às 16h do próximo domingo, terá início no Bahia a primeira partida da ‘Era Dado Cavalcanti’ no comando da equipe principal do Esquadrão. O treinador que iniciou o projeto de conduzir a equipe alternativa no início da temporada, quando o clube disputava o Campeonato Baiano e a Copa do Nordeste, agora terá em mãos a equipe principal. Como missão, Dado terá 12 jogos para evitar um desastroso rebaixamento, além de tentar garantir a sua 8ª participação na Sul-Americana, sendo a 4ª seguida.

Inter sob pressão

E logo de cara, a tarefa de Dado Cavalcanti será uma das mais complicadas. Fechando o ‘corredor polonês’ de jogos mais complicados na Série A, o adversário do Bahia será o Internacional, um dos rivais históricos do clube e hoje um dos favoritos ao título. O Inter despontou na liderança durante boa parte da competição, deixando o topo da tabela na 20ª rodada e até chegou a ficar fora do G4, mas se recuperou. No entanto, a pressão sobre o Colorado persiste, sobretudo contra o técnico Abel Braga, considerado um pivô na queda de rendimento da equipe, culminando com a eliminação da Copa do Brasil para o América-MG.

Risco na largada

Porém o Bahia também entra em campo pressionado no duelo. Além da eliminação para o limitado Defensa y Justicia na Copa Sul-Americana, o Tricolor é o primeiro time fora da Zona de Rebaixamento, com os mesmos 28 pontos do Vasco, 17º colocado. Sem vencer há um mês, o esquadrão soma sete derrotas desde então, sendo cinco delas consecutivas, o que culminou com a queda de Mano Menezes do cargo técnico.

Crise externa amenizada

E a pressão sobre o Bahia não se restringe às quatro linhas. A derrota de virada para o Flamengo também gerou um caso de acusação de injúria racial, denunciado pelo meia Gerson contra o colombiano Indio Ramírez. Depois de afastado, o atleta foi reintegrado ao elenco e ficará à disposição de Dado Cavalcanti para a partida, a partir de um laudo contratado pelo próprio Bahia não apontar declaração de cunho racista pelo atleta. O julgamento no STJD ainda não tem data marcada, porém as atenções sobre o jogador serão bastante intensificadas caso entre em campo contra o Inter.

Élber e Fessin são dúvidas

Para o jogo, a formação do Bahia pode ser considerada como uma incógnita. Há a tendência de que Dado mantenha uma base da equipe utilizada por Mano Menezes, porém já com os seus primeiros toques de mudança no estilo de jogo, sobretudo na saída de bola, ponto mais trabalhado em sua primeira semana de treinos.

Élber, com dores, não treinou durante a semana e pode ser vetado do jogo, o que encerraria a sua passagem pelo Bahia, uma vez que não vai renovar contrato com o clube. Fessin, também machucado, é outro apontado como dúvida, enquanto Ramon e Zeca, vinculados ao Inter, devem ficar de fora por força contratual. Outros dois que não ficam à disposição são Daniel e Rodriguinho, ambos suspensos.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending