conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Hélio põe América-MG como um dos melhores do país e cobra jogo de ‘erro zero’

Publicados

em

Recuperado da Covid-19, o técnico Hélio dos Anjos voltará a comandar o time do Náutico na partida contra o América-MG, nesta terça-feira (12), às 19h15, nos Aflitos. O adversário é o líder da Série B do Campeonato Brasileiro e, de acordo com o treinador alvirrubro, é também um dos melhores times do país atualmente.

“O América-MG é uma das três melhores equipes do futebol brasileiro. Está na Série B pela circunstância, mas tem uma grande equipe na divisão e foi muito forte na Copa do Brasil. É uma equipe que tem padrão, característica de jogo totalmente definida e que dá gosto de ver jogar. América-MG x Vitória foi melhor que muitos jogos da Primeira Divisão. É um time bem trabalhado e um grande adversário, mas que não podemos temer. A diferença na pontuação tem de ser equilibrada na vontade, determinação e qualidade de jogo”, afirmou o comandante alvirrubro.

Hélio dos Anjos cobrou evolução da equipe após se recuperar na última rodada ao vencer o Paraná por 2×1. O treinador acredita que o Náutico terá de melhorar mais e fazer uma partida perfeita para sair de campo com o resultado positivo, que deixaria o clube mais próximo de escapar do rebaixamento.

“Esse jogo tem uma importância grande porque podemos encaminhar bem a conquista do objetivo do clube. Objetivo pequeno, mas é a realidade. Lisca é um conhecedor do futebol, destrinchou a minha equipe e teremos dificuldades por ser um time bem treinado. Por isso, temos de ter toda a atenção e fazer um jogo de erro zero”, ressaltou.

Time

Para enfrentar o líder da Série B, Hélio dos Anjos não contará com Ronaldo Alves, Hereda, Djavan, Vinícius e Álvaro, que estão com Covid-19. Em contrapartida, Dadá Belmonte foi liberado pelo departamento médico. Rafael Ribeiro e Kevyn voltam de suspensão e, portanto, o time titular terá alterações. A principal delas pode ser no meio-campo. Apesar de Trindade ter sido titular no último jogo na vaga de Djavan, o treinador indicou que pode escolher outro jogador por uma estratégia de jogo.

“Djavan é um jogador com o maior sentido de marcação por encaixe ad nossa equipe e isso é importante. Por isso, vou usar um jogador mais de posicionamento. Djavan é ágil na saída de bola, tem um nível de aproveitamento de passes nos jogos que chega a 92%. Mas, se não temos ele, podemos ter Jhonnatan, Foguinho ou Trindades. Todos estão preparados para isso”, concluiu.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending