conecte-se conosco

MASérie BÚltimas

Sampaio perde para o Botafogo-SP fora e aumenta jejum na Série B

Apesar do grande primeiro tempo, equipe maranhense chegou a sete derrotas seguidas na Segundona

Publicados

em

Em duelo de tempos distintos, pior para o Sampaio Corrêa. Após um primeiro tempo muito bom, pressionando e tendo aberto o placar com Jackson, aos 35 minutos, o time maranhense voltou desatento para a etapa complementar e sofreu a virada do Botafogo-SP em 13 minutos, perdendo mais uma na Série B. O confronto desta noite, aliás, no estádio Santa Cruz, foi válido pela 34ª rodada da Segundona.

E agora?

Com o resultado, a Bolívia chegou a sete derrotas consecutivas, em 12º, estagnada com 45 pontos, sete abaixo do G4 e nove abaixo da zona de rebaixamento. Agora, o time maranhense enfrenta o Paraná, nesta sexta, às 19h15, no estádio Castelão.

Estatísticas

Posse de bola: Botafogo-SP 52% x 48% Sampaio Corrêa
Finalizações: Botafogo-SP 13 x 13 Sampaio Corrêa
Finalizações no gol: Botafogo-SP 5 x 5 Sampaio Corrêa
Passes certos: Botafogo-SP 269 (77%) x 225 (72%) Sampaio Corrêa
Faltas: Botafogo-SP 25 x 20 Sampaio Corrêa
Desarmes: Botafogo-SP 11 x 15 Sampaio Corrêa
Defesas do goleiro: Botafogo-SP 4 x 3 Sampaio Corrêa

Primeiro tempo muito forte do Sampaio 

O Sampaio Corrêa dominou a etapa inicial. Desde o começo, mesmo fora de casa, tomou as rédeas das ações, ocupando o campo ofensivo. Assim, foi levando perigo. Aos seis, Léo Costa, entrando na área, pegou rebote e finalizou, mas a bola passou raspando. Pouco depois, foi a vez de Jackson arriscar bom chute, um pouco mais da intermediária, exigindo boa defesa do goleiro.

Após este bom início, a equipe maranhense seguiu com um ritmo alto em campo, rondando a área adversária. O gol parecia maduro. E estava. Aos 35 minutos, Marcinho fez boa jogada individual e só foi parado com falta – dentro da área. Na bola, Jackson cobrou o pênalti para abrir o placar. Em vantagem, o Sampaio diminuiu um pouco o ritmo e levou. Na etapa inicial Gustavo foi mero espectador. 

Apagão na etapa complementar

Para a etapa complementar, o time maranhense voltou muito mal. Desatento. Não à toa, com 13 minutos já estava perdendo, com os dois gols saindo em cima de Luis Gustavo, lateral improvisado na esquerda. No primeiro, aos seis, Raniele ganhou jogada no setor e cruzou rasteiro para área, onde Joazi cometeu pênalti ao puxar Michael Douglas – na bola, o próprio atacante bateu para empatar.

Logo em seguida, nova jogada por ali. Desta vez, Ronald que tinha a bola e avançou sozinho para bater na saída de Gustavo e virar o jogo. Em desvantagem, Léo Condé fez mexidas ofensivas e o time foi para cima, porém, não conseguiu passar pela defesa do Botafogo-SP. 

Trending