conecte-se conosco

CECearáSérie AÚltimas

Ceará quebra jejum em casa, vence o Palmeiras e marca 45 pontos

Avatar

Publicados

em

Mais um grande resultado do Ceará no Campeonato Brasileiro. O time alvinegro superou o Palmeiras no equilibrado confronto deste domingo, vencendo por 2 x 1 e encerrando um jejum de sete jogos sem vitórias no Castelão. O Vozão se sobressaiu no primeiro tempo por ter aproveitado melhor as chances que criou e se segurou bem na etapa final. Resultado que leva o time a alcançar os 45 pontos, média história para garantir a permanência em mais uma temporada na Série A.

Além disso, momentaneamente o Ceará alcança o 8ª lugar e fica a uma vitória de ultrapassar o 7º colocado Fluminense, com 47 pontos na tabela. O que, caso o Palmeiras se sagre campeão da Copa Libertadores ou Copa do Brasil, seria o limite para uma das vagas na competição intercontinental em 2021.

1º tempo equilibrado

Os times fizeram um primeiro tempo bastante equilibrado no Castelão. Com jogadas de velocidade e poucas faltas, o Ceará soube aproveitar melhor as chances que teve, num ‘lá e cá’ de boas oportunidades. A primeira foi do Palmeiras, aos 4 minutos, com Lucas Limas mandando por cima da meta de Richard, depois que a zaga do Ceará deu vacilo e não combateu a bola quicando na área. A resposta do Vozão veio com gol aos 9′, depois de lançamento em profundidade de Thiago Sobral, que Gustavo Scarpa dominou mal e entregou no pé de Lima. O atacante alvinegro aproveitou pra entrar na área e bater na saída de Jailson.

Aos 12′, o Palmeiras chegou de novo com Gabriel Veron mandando por cima depois de pegar rebote livre. Cléber, aos 15′ e 23′, teve duas chances boas, mas não conseguiu alcançar a bola na primeira, e depois girou duas vezes na marcação e mandou para fora. Mas aos 25′, em contra-ataque rápido do Ceará, Patrick de Paula derrubou Léo Chú na área. Vina converteu bem aos 28′, marcando o seu 12º gol na Série A. Gabriel Veron descontou aos 35′, depois de receber nas costas de Tiago, que errou a antecipação e deixou o atacante palmeirense sair livre para entrar na área e tocar no canto de Richard.

Pressão do Palmeiras

O segundo tempo começou em rotação mais baixa, mas logo o Palmeiras acelerou para buscar o empate e tentar sustentar a luta pela ponta da tabela. O Ceará, em vantagem, se retraiu mais e esperou para golpear e matar o jogo no contra-ataque, mas sem abdicar de controlar a bola quando teve a posse. Tanto que, aos 12′, numa jogada acelerada, Léo Chú foi derrubado por Emerson Santos depois de finalizar e Jailson defender bem. O VAR, no entanto, não interferiu num lance de pênalti a favor do alvinegro.

Richard, Breno Lopes, Gustavo Gómez… todos tiveram a chance de entrar na área, mas foram travados pela marcação ou pararam nas boas defesas de Richard. Guto Ferreira aumentou o ferrolho, acionando Charles no lugar de Léo Chú, machucado no lance do pênalti não marcado, e ajudou a conduzir o placar até o final – Eduardo, no banco, ainda foi expulso após receber dois cartões amarelos por reclamação. Vitória importantíssima para o Ceará, que deixa o Vozão cada vez mais forte na perseguição a uma possível vaga na Libertadores.

Estatísticas

Posse de bola: Ceará 40% x 60% Palmeiras
Finalizações: Ceará 9 x 12 Palmeiras
Finalizações no gol: Ceará 3 x 4 Palmeiras
Passes certos: Ceará 270 (79%) x 411 (86%) Palmeiras
Faltas: Ceará 9 x 16 Palmeiras
Desarmes: Ceará 16 x 6 Palmeiras
Defesas do goleiro: Ceará 3 x 1 Palmeiras

Fonte: Sofascore

Trending