conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Após figurar em lista de negociáveis, Ewerthon tem reviravolta e vai bem no Sport na Série A

Em meio aos desfalques do Leão, jovem jogador passou a ser usado nas últimas partidas, com boas atuações

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife
Avatar

Publicados

em

A  temporada do lateral-direito Ewerthon, de 20 anos, tem sido de altos e baixos no Sport. Ascendido ao profissional em janeiro com Guto Ferreira para ser utilizado no rodízio do Estadual, fez cinco bons jogos, se firmou e virou reserva imediato de Raul Prata. Porém, em março, com Daniel Paulista, perdeu espaço para Rafael, outro prata da casa, no time principal. Em baixa, ali, o jovem ainda sairia de vez dos planos.

VEJA MAIS: Confira aqui outras notícias do Sport

Isso porque na volta dos treinos, em meio à pandemia, em junho, Ewerthon foi colocado numa lista de jogadores negociáveis por parte do Sport – ao lado de Cleberson, Rithely, Pedro Maranhão, Pablo Pardal e Juninho. Contudo, acabou não saindo e foi devolvido ao sub-20. Lá, destacou-se novamente, como já havia feito em 2019, e foi convocado por Jair Ventura para compor de novo o elenco profissional. E a partir daí foi galgando espaço.

LEIA: Presidente do Sport confirma data para eleições; temporada 2021 já terá começado

Rapidamente, Ewerthon passou Elias – outro lateral da base e que foi emprestado ao Botafogo-PB – nas predileções do treinador e virou suplente de Patric, já que Raul Prata se recuperava de cirurgia. Com o decorrer dos treinos, chamou ainda mais atenção de Jair Ventura pela força física e qualidade ofensiva. E assim, mais adiantado, o técnico passou a usar o jovem jogador – que já havia atuado desta forma do sub-13 ao sub-18.

“Estou muito feliz por estar recebendo essa oportunidade do professor, que vê esse potencial em mim para jogar de atacante e está me colocando aos pouquinhos nos jogos. Estou muito feliz, espero poder ajudar cada vez mais minha equipe. Não só com gols, dando assistências, carrinho”, projetou o atleta.

Ewerthon estreou nos profissionais em janeiro de 2020, durante rodízio feito por Guto Ferreira no Estadual. Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Após cinco jogos no banco de reservas, Ewerthon estreou na Série A diante do Ceará, no returno, atuando como ala. Sete partidas depois, em meio às saídas de jogadores do elenco, voltou a ser acionado na equipe, dessa vez no decorrer dos jogos, como ponta direita. E, apesar dos poucos minutos (180, no total), tem ido muito bem.

Ouça a mais recente edição Raiz do Podcast 45 Minutos, que debate a reta final dos nordestinos no Brasileirão.

Contra o Palmeiras, foi dele a jogada do pênalti anulado pelo VAR no último lance. Diante do Fluminense, também teve boa atuação, sendo válvula de escape. E mais recentemente, contra o Bahia, novamente foi bem, marcando três gols – todos, entretanto, anulados por impedimento. 

“Não valeram (os gols), mas para mim foi muita coisa, um jogo que tinha que ganhar, fazer um gol, eu fiz logo três. Não valeram, mas eu pude ajudar a minha equipe. Estou muito feliz por isso que está acontecendo”, comemorou Ewerthon.

Ewerthon após marcar contra o Bahia – prata da casa, porém, lamentaria pouco depois nova anulação. Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Responsável pelas novas oportunidades ao prata da casa, Jair Ventura elencou os atributos e fez elogios ao jovem jogador. “Ewerthon vem entrando, um jogador de terço final muito bom, cruzamento, muita força, vem nos ajudando bastante. Feliz pelo jogo dele”, disse o treinador. 

Em alta, Ewerthon recebeu ainda mais elogios no Sport. Após a atuação contra o Bahia, Thiago Neves exaltou o lateral-direito. “É um garoto que está crescendo muito nos últimos jogos, nos ajudando, bom de cabeça, escuta. Temos experiência, procuramos orientar dentro de campo e a cada jogo ele está melhorando, nos ajudando”, enalteceu o meia ao SporTv.

Agora, Ewerthon se prepara, junto ao elenco, para a reta final da Série A, onde o Sport luta contra a zona de rebaixamento. Atualmente, o Leão está em 15º lugar com 36 pontos, três acima da degola. E o prata da casa adotou um tom otimista para a permanência. 

“Pelo que eu estou vendo, a atitude dos jogadores, nesses jogos que faltam, posso falar que três ou quatro a gente ganha, pela motivação dos jogadores. Pode faltar técnica, qualidade, mas no Sport nunca vai faltar raça. Isso que eu sei”, concluiu.

Ficha de Ewerthon

Nome: Ewerthon Diógenes da Silva
Nascimento: 10 de novembro de 2000 (20 anos)
No Sport desde: começou na escolinha e foi para o sub-13
Posição: lateral e ponta direita
Contrato: até dezembro de 2021
Jogos nos profissionais: 12 (5 na Série A, sendo um como titular)
Minutos: 755
Gols: 0
Assistências: 0

Trending