conecte-se conosco

CECearáSérie AÚltimas

Ceará marca e sofre gol no final, e fica no 1×1 com o São Paulo

Foto: Raul Baretta/Ceará
Avatar

Publicados

em

Um ponto importantíssimo para o Ceará se garantir entre os seis representantes do futebol brasileiro na Copa Sul-Americana de 2021, e voltar a disputar a competição após uma década. Porém, que deixa um gosto amargo para a torcida alvinegra. Num jogo nervoso no Morumbi, de nove cartões amarelos ao todo – além da expulsão do aulixiar técnico alvinegro – o Vozão marcou e levou um gol nos acréscimos, e ficou no 1 x 1 com o São Paulo no Morumbi. Resultado que também passa diretamente pela noite inspirada do goleiro Richard, fundamental para segurar o time paulista, sobretudo no começo da partida.

Richard segura o São Paulo

Foi uma verdadeira blitz do São Paulo no começo do jogo. O Ceará sequer conseguia ultrapassar a linah de meio de campo com a posse de bola. Num intervalo de quatro minutos, Richard realizou três grandes defesas que ajudaram a segurar o ímpeto dos donos da casa, que não paravam de rondar a grande área alvinegra. Luciano aos 3 minutos, Daniel Alves aos 4′ e Igor Gomes aos 6′, todos esbarraram em boas defesas de reflexo do goleiro do Vozão.

Ceará ameniza a pressão

Somente aos 11′ o Ceará conseguiu diminuir o ritmo do São Paulo e se aproximar do campo de ataque. Porém, sem penetrar na área adversária, limitou as jogadas a cruzamentos e chutes de fora, sem sucesso nas finalizações, o que fez Thiago Volpi ser um mero espectador do jogo no primeiro tempo, exceto por um chute de Cléber aos 36′, sem grande perigo.

Gol anulado do São Paulo

Mas antes disso, o São Paulo voltou a pressionar novamente, com grande movimentação cercando a área do Ceará. Richard salvou de novo aos 26′ em chute rasteiro de Pablo, e aos 28′ contra o mesmo atacante, numa cabeçada à queima-roupa. Tchê Tchê completou no rebote, porém estava impedido e o VAR anulou bem o lance. E até quando Richard saiu mal do gol para afastar um cruzamento aos 40′, Fabinho apareceu para bloquear um chute forte de Igor Gomes. Empate suado que o Ceará segurou até o intervalo.

Estatísticas

Posse de bola: São Paulo 60% x 40% Ceará
Finalizações: São Paulo 16 x 8 Ceará
Finalizações no gol: São Paulo 9 x 2 Ceará
Passes certos: São Paulo 417 (84%) x 260 (80%) Ceará
Faltas: São Paulo 10 x 17 Ceará
Desarmes: São Paulo 9 x 12 Ceará
Defesas do goleiro: São Paulo 1 x 8 Ceará
Fonte: Sofascore

Mudanças forçadas para Guto

Na volta do Intervalo, Guto foi obrigado a mexer na referência de ataque, colocando saulo no lugar de Cléber, com dores musculares. E com nove minutos, também perdeu Samuel Xavier, outro machucado, além de trocar Rick por Charles, para dar mais consistência defensiva è frente da zaga. O São Paulo tentou imprimir o mesmo ritmo de pressão, e até levou perigo com Pablo de cabeça aos 6′, mas longe do que foi no início da partida.

Ânimos esquentados

Aos 17′, num passe vertical rápido, Luciano saiu de cara com Richard, porém Fabinho salvou a tempo. Na sequência do lance, os três jogadores se chocaram e os sãopaulinos pressionaram a arbitragem pedindo pênalti, que não houve. Depois do jogo ser paralisado para atendimento de Richard, Juanfran e o assistente técnico Alexandre Faganello, e o auxiliar de Guto Ferreira acabou expulso de campo. Até o próprio Guto receberia cartão amarelo por reclamação, ao se queixar de uma falta não marcada em Vina pelo árbitro Savio Pereira Sampaio, que não fez uma boa condução do jogo.

Gols só no final

O nervosismo do campo influenciou diretamente na sequência da partida e o jogo se encaminhava para um fim com o placar zerado. Mas nos acréscimos tudo mudou, para ambos os lados. Primeiro aos 48′, numa bola atrasada para Thiago Volpi, o goleiro se atrapalhou com a pressão de Léo Chú. O atacante roubou a bola e só escorou para o fundo do gol vazio. Gol que seria da vitória alvinegra, se o Ceará tivesse segurado a vantagem. Aos 52′, num contra-ataque rápido, o São Paulo chegou com Galeano num cruzamento na área. Klauss afastou mal para o meio da área, e ainda atrapalhou Richard na tentativa de defender a cabeçada fraca de Luciano. Empate que garante um ponto importante para o Vozão próximo de voltar a disputar a ‘Sula’ após dez anos.

Trending