conecte-se conosco

PESanta CruzÚltimas

Joaquim Bezerra aponta os primeiros passos à frente do Santa Cruz

Foto: Divulgação/Pró-Santa
Avatar

Publicados

em

Nos próximos três anos, o presidente eleito do Santa Cruz, Joaquim Bezerra, terá o desafio de realinhar o clube no caminho de conquistas e representatividade nos cenários regional e nacional. Para conhecer mais a fundo as ideias e os primeiros passos da gestão, o Podcast 45 Minutos entrevistou o novo mandatário coral, que toma posse nesta quinta-feira (16).

Os jornalistas Lucas Liausu, Cassio Zirpoli, Diego Borges e João de Andrade Neto conduziram a entrevista, pautada pelos principais passos que devem ser dados a partir desta semana por Joaquim Bezerra e o grupo vencedor das últimas eleições: transição de gestão, finanças e receitas, futebol, transparência e, claro, a reforma do Estatuto do clube.

Transição de Gestão

“Estamos fazendo, neste momento, uma coisa que talvez nunca tenha sido feita no Santa Cruz. Uma transição das equipes. Fizemos uma reunição na sexta-feira com Tininho e acertamos que era prudente fazer uma transição e uma integração da equipe que está lá, com a equipe que vai entrar. (…) Seria bom que esse exemplo nosso fosse replicado daqui para frente em todas as eleições do Santa Cruz, porque a gente tem que entender que entra presidente e sai presidente, e o Santa Cruz permanece. A descontinuidade, de um mandato para outro, não pode acontecer de forma abrupta, que venha prejudicar o andamento do clube.”

Finanças e receitas

“Quem vai dar a solução das receitas é o sócio. O Santa Cruz precisa aumentar a base de associado. Estamos revendo e vamos rever o plano de sócios, porque a gente precisa pedir ao torcedor que se associe e ao sócio ninadimplente que fique adimplente. Mas para isso ele precisa ter benefícios. E nós entendemos que o plano atual nao é o melhor para os sócios. (…) Vamos refazer o plano de sócios e a partir da próxima semana teremos desenhados os critérios do novo plano, porque vários torcedores esperam essa sinalização nossa. A receita do sócio é recorrente e você consegue fazer um planejamento em cima dela. Mais uma vez, vamos recorrer ao sócio, ao torcedor, mas dessa vez de uma forma profissional, dando retorno ao investimento feito no clube, e não simplemente pedindo dinheiro, sem mostrar para onde vai.”

Reforma do Estatuto

“Não é simplemente mudar o Estatuto e tudo vai mudar, não. Você também precisa pôr em prática as novas regras que o Estatuto prevê. Isso precisa ficar na cabeça de todo mundo, de que não é um papel arquivado no cartório que a partir daí tudo vai mudar. O Estatuto é a Carta Magna do clube e respaldará a gestão, para que as coisas aconteçam de forma sistematizada e normatizada dentro do clube. Na quinta-feira assinaremos o edital, convocando a Assembleia dos Sócios. Em 45 dias a Assembleia acontece, o Estatuto é votado, e deve levar mais uns 30 dias para o trâmite de arquivamento no cartório. E dentro de 90 dias o novo Estatuto estará vigente. Mas não é com o Estatuto estando vigente que tudo mudará. Ele nortará as ações dos gestores, do Conselho Deliberativo e do Conselho Fiscal, que vai cobrar do Executivo as ações de governança previstas no Estatuto.”

Trending