conecte-se conosco

EstaduaisPEPernambucanoSanta CruzÚltimas

Central e Santa Cruz empatam no Lacerdão pelo Pernambucano

No outro jogo da tarde desta quarta-feira, Santa Afogados e Retrô também empatarma

Foto: Diógenes Barbosa/Imaginário Fotográfico

Publicados

em

Tudo igual. Na tarde desta quarta-feira, Central e Santa Cruz empataram em 1 a 1 no estádio Lacerdão, apesar da superioridade do Tricolor, que jogou com um a mais durante boa parte do segundo tempo. Os gols do duelo válido pela segunda rodada do Campeonato Pernambucano foram marcados por Eduardo, no no primeiro tempo, e Júnior Lemos, na etapa complementar. Com o resultado, a Cobra Coral assumiu a liderança da competição, com quatro pontos, enquanto o Central subiu ao 7º lugar.

Com empate em Caruaru, Santa Cruz completa 10 anos sem perder do Central

Apesar de não contar com quatro titulares importantes (Paulinho, Didira, Chiquinho e Pipico), poupados, o Santa Cruz não sentiu falta e dominou as ações desde o primeiro minuto contra o Central, que voltou a demonstrar fragilidade.

E aos 23 minutos, a Cobra Coral abriu o placar. Eduardo fez cruzamento rasteiro da esquerda, a bola passou por todo mundo e traiu o goleiro Murilo, estático. Em desvantagem, o Central não conseguiu sair para o jogo e pouco assustou Jordan, que, que viu o Santa Cruz seguir melhor na partida, mas sem criar grandes chances.

A etapa complementar voltou com tudo. Aos oito minutos, após cruzamentos na área, a bola bateu na mão de Célio Santos que estava próxima ao corpo e o árbitro marcou pênalti. Na bola, Júnior Lemos deslocou Jordan e deixou tudo igual. No lance seguinte, Vinícius Balotelli, que havia acabado de entrar, se antecipou em jogada ofensiva e foi derrubado por Gleidson. Último homem, o juiz expulsou o zagueiro, ainda que a bola não tivesse indo em direção à meta e deixou o Santa Cruz com um a mais.

Em vantagem numérica, o Tricolor dominou a Patativa, que não conseguiu contra-atacar. Ao menos, o Central postou-se bem defensivamente e não cedeu chances ao Santa Cruz, mantendo o placar igual.

Na sequência do Estadual, o Central recebe o Sete de Setembro, enquanto o Santa Cruz encara o Sport, no Arruda. Ambos os jogos às 16h do dia 14 de março.

Ficha

Central 1

Murilo; Izael (David), Eduardo, Gleidson, Mateus Issa; Madson, Jonatan (Denilson), Djair, Júnior Lemos; Jean Moser e Dodô. Técnico: Catende

Santa Cruz 1

Jordan; William Alves, Danny Morais, Célio Santos; Augusto Potiguar, Caetano (Felipe Cabeleira), Ítalo Henrique, João Cardoso, Eduardo (Marcel); Léo Gaúcho e Felipe Almeida (Vinícius Balotelli). Técnico: João Brigatti

Gols: Eduardo (SAN); Júnior Lemos (CEN)
Cartões amarelos: Júnior Lemos, Jonatan, Djair (CEN); Danny Morais (SAN)
Cartão vermelho: Gleidson (CEN)

Tudo igual também em Afogados e Retrô

Outro confronto da tarde desta quarta-feira, Afogados e Retrô também ficaram no 1 a 1. No Vianão, a Coruja buscou se impor desde o início e logo abriu o placar. Ao cinco minutos, Fauver assistiu Índio, que driblou a marcação e abriu o placar.

Em vantagem, o Afogados continuou melhor, enquanto o Retrô não conseguiu sair. A partida só ficou equilibrada na metade final do primeiro tempo e, conseguindo chegar um pouco mais, o caçula do futebol pernambucano abriu o placar. Mayco Félix recebeu cruzamento de Guilherme e cabeceou sem chances para Léo.

Aos 38 minutos, um momento de tensão. Após desentendimento, o goleiro Jean e o atacante Índio se desentenderam e foram expulsos, deixando as equipes com dez jogadores cada.

No segundo tempo, o Retrô voltou melhor, com mais posse de bola, ocupando o campo ofensivo. E quase não virou com Mayco Félix, que acertou bicicleta no travessão. Inferior em campo, o Afogados fez mudanças e conseguiu equilibrar o jogo, que ficou travado no meio de campo, sem oportunidades até o final.

Com o empate, o Afogados somou o primeiro ponto e subiu ao 6º lugar, enquanto o Retrô foi para a vice-liderança, com quatro pontos. Na próxima rodada, a Coruja recebe o Vitória-PE, já o caçula do futebol estadual visita o Salgueiro. Ambos às 16h do dia 14 de março.

Trending