conecte-se conosco

BABahiaBaianoÚltimasVitória

Em segundo clássico seguido, Bahia e Vitória ficam no empate pelo Estadual

Avatar

Publicados

em

Desta vez pelo Estadual, Bahia e Vitória voltaram a se encontrar após o clássico válido pela Copa do Nordeste. Com alterações, os rivais fizeram um duelo equilibrado, de poucas emoções e empataram por 0x0, na noite desta quarta-feira (17), em Pituaçu.

As duas equipes estão em igualdade também na classificação do Campeonato Baiano. O Vitória é o 6º com cinco pontos, mas com três jogos. Enquanto o Bahia está em 7º com a mesma pontuação e cinco partidas disputadas.

Pela sexta rodada, no próximo domingo, o Tricolor enfrenta o Flu de Feira, no Joia da Princesa, às 16h. Enquanto o Leão pegará o Bahia de Feira, no dia 31 de março, às 18h. Antes, pela Copa do Nordeste, o Bahia recebe o Sport, sábado (20), às 16h, também em Pituaçu. Já o Vitória joga contra o Sampaio Corrêa, no Castelão, às 20h30.

Confira a classificação do Campeonato Baiano

Clássico diferente

Se enfrentando pela segunda vez seguida em cinco dias, Bahia e Vitórias foram a campo com escalações diferentes. O Tricolor, como sempre no Estadual, jogou com o time de transição comandado por Cláudio Prates. Enquanto o Leão aproveitou a partida para dar ritmo a atletas recém-contratados como Roberto, Ygor Catatau e Walter, além de Cedric e Alisson Farias, que já estavam no clube. Do clássico do último sábado, o Rubro-negro teve apenas Lucas Arcanjo, João Victor, Gabriel Bispo e David de início.

Pouco movimento

Com equipes modificadas, o primeiro tempo do clássico foi pouco movimentado. Logo no começo, o Vitória tomou a iniciativa buscando o ataque. Ygor Catatau, após receber passe de Walter, ficou de cara com Gustavo Henrique, mas chutou em cima do goleiro.

Esta foi a chance mais clara do jogo. Na sequência, o Bahia equilibrou as ações e o confronto ficou pouco movimentado. O Vitória, ainda em busca de entrosamento, errou muitos passes na transição ao ataque. Assim, os ataques dos dois lados foram concretizados apenas em bolas paradas e arremates de fora da área. Mas sem muito perigo, mantendo o zero no placar.

Jogo aberto, mas sem gols

Principalmente pelo crescimento do Bahia, o segundo tempo foi mais aberto. Porém, sem tantas chances de gol. O equilíbrio seguiu sendo o ponto forte do clássico até em momentos perigosos. O Leão chegou perto em chute de Samuel, que foi para fora. Enquanto Gustavo perdeu uma oportunidade inacreditável ao driblar Lucas Arcanjo e chutar na rede pelo lado de fora.

Com as substituições no decorrer do segundo tempo, o Vitória se fechou em duas linhas de quatro e procurou não se expor tanto. O Tricolor, com mais posse de bola, ocupou o campo de ataque. Contudo, sem conseguir entrar na área com efetividade para concluir as jogadas. O 0x0, desta forma, foi inevitável.

Ficha do jogo

Bahia 0
Matheus Teixeira; Renan Guedes, Ignácio, Gustavo Henrique e Felipinho; Ranielle (Jeremias), Bruno Camilo (Luiz Felipe) e Pablo (Caio Mello); Daniel Penha, Gustavo (Fabrício) e Marcelo (Chrystian). Técnico: Cláudio Prates.

Vitória 0
Lucas Arcanjo; Cedric, João Victor, Mateus Moraes e Roberto (Pedrinho); Gabriel Bispo, Guilherme Rend (João Pedro) e Alisson Farias (Gabriel Santiago) (Maykon Douglas); Ygor Catatau, David e Walter (Samuel). Técnico: Rodrigo Chagas.

Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador. Cartões amarelos: Felipinho, Raniele e Ignácio (Bahia); Guilherme Rend, Gabriel Santiago, Mateus Moraes e Gabriel Bispo (Vitória).

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Trending