conecte-se conosco

CECopa do BrasilFortalezaÚltimas

Fortaleza leva sufoco, mas vence Caxias e avança na Copa do Brasil

Foto: Bruno Oliveira/Fortaleza

Publicados

em

O Fortaleza fez um jogo extremamente preguiçoso na noite desta quarta-feira, diante do Caxias, no Centenário, mas que lhe rendeu o objetivo: a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil. Com gol de David marcado logo cedo, aos seis minutos de partida, o Tricolor do Pici – com um a menos na metade do segundo tempo – segurou o time gaúcho, que ainda teve dois gols impedidos, e venceu o confronto por 1 a 0.

Classificação garantida que renderá ao Fortaleza R$ 1,07 milhão pela passagem de fase no campeonato. O próximo adversário do Leão será definido no confronto entre Penarol-AM e Ypiranga-RS, nesta quinta-feira.

Fortaleza se impõe e marca cedo. Mas nada mais

Mesmo jogando com a vantagem do empate para garantir a classificação, o Fortaleza impôs um ritmo intenso nos primeiros 15 minutos de partida e foi coroado com gol de David, logo aos seis minutos. O atacante recebeu lançamento de Luiz Henrique, entrou na área e finalizou, abrindo o placar no Centenário. Mas só fez isso.

Já o Caxias, por outro lado, mesmo apresentando bastante limitação ofensiva, tentou buscar o empate, principalmente apostando nas bolas aéreas – uma das grandes deficiências do Leão do Pici neste início de temporada. Em uma das chances, conseguiu o gol, mas o lance foi impugnado pelo árbitro. Na jogada, aos 23 minutos, Mazola recebeu cruzamento na área, chutou e Jhon Cley empurrou para o fundo das redes de Felipe Alves.

Fortaleza contra-ataca, mas peca

Logo no início da etapa complementar, o Fortaleza apostou nos contra-ataques, mas pecou muito na tomada de decisão/último passe. Aos 11 minutos, depois de uma boa chegada com Bruno Melo finalizando para o gol de Marcelo Pitol, os cearenses encontraram a defesa do Caxias completamente exposta, mas a construção não deu em nada: a bola voltou para a defesa adversária.

Bola aérea volta a dar sustos

E aí foi a vez do Caxias, novamente, assustar. E com muito mais perigo. Primeiro, com Gustavo Ramos, aos 16, arriscando de muito longe e quase surpreendendo Felipe Alves. Depois, novamente com a bola aérea – e com gol impedimento. Na cobrança de falta de Eduardo Diniz, Thiago Sales cabeceou para o meio da área e Marlon guardou. O assistente, contudo, marcou posição irregular do zagueiro.

Mas as investidas não pararam por aí. Enquanto o Fortaleza, sonolento, retraía-se todo em seu campo de defesa, os gaúchos tentaram mais duas vezes, com chute rasteiro de Tontini, aos 39, e cabeceio de Giovani, aos 47. Ambos, porém, não foram suficientes para furar o bloqueio de Felipe Alves.

Ficha de jogo

Caxias 0
Marcelo Pitol, Eduardo Diniz, Guilerme Mattis (Gustavo Martins), Thiago Sales e Bruno Ré (Gustavo Ramos); Juliano (Gleydson), Marlon e John Cley; Diogo Oliveira, Milla (Giovane Gomez) e Mazola. Técnico: Rafael Lacerda.

Fortaleza 1
Felipe Alves, Tinga, Quintero, Wanderson e Bruno Melo; Matheus Jussa, Pablo e Luiz Henrique (Matheus Vargas) (Juninho); David (Carlinhos), Wellington Paulista e Igor Torres (Robson). Técnico: Enderson Moreira.

Trending