conecte-se conosco

Copa do BrasilPESanta CruzÚltimas

Sem sustos, Santa Cruz goleia Ypiranga-AP e se classifica para a 2ª fase da Copa do Brasil

Foto: Marcos Faria

Publicados

em

Deu a lógica. Sem maiores sustos, o Santa Cruz está classificado para a segunda fase da Copa do Brasil. Na tarde desta sexta-feira, no estádio Giulite Coutinho, no Rio de Janeiro, o Tricolor fez valer a superioridade técnica e, com dois gols de Pipico – um em cada tempo -, Alan Cardoso e Chiquinho, goleou por 4 a 0 o frágil Ypiranga-AP.

Classificados para a próxima fase e com mais R$ 675 mil no bolso, os pernambucanos terão pela frente o Cianorte – que despachou o Paraná, inclusive, rival do Santa Cruz na Série C deste ano -, em confronto disputado novamente fora de casa. Em caso de empate, diferentemente da primeira fase, a classificação será decidida nos pênaltis.

Primeiro tempo de um time só

Domínio completo tricolor: este foi o resumo dos primeiros 45 minutos no Giulite Coutinho. Envolvendo  o Ypiranga-AP, que sequer conseguiu avançar até o meio de campo coral, o Santa Cruz precisou de muito pouco para abrir o placar. Depois de construir duas chances com Pipico, aos 13 e aos 18, – o gol, neste momento, já amadurecido pelo cenário completamente favorável do confronto – o Tricolor não deixou passar na terceira oportunidade.

Aos 32, em jogada iniciada com Chiquinho na intermediária, o meia tocou por cima para Ítalo Melo, que serviu Pipico na pequena área. O centroavante, sozinho, teve apenas o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes e abrir o placar. Seguindo a mesma tônica do jogo, com completo domínio dos pernambucanos, o Santa Cruz ampliou. Desta vez, com Pipico sendo garçom. O camisa nove enfiou pela bola na esquerda para Alan Cardoso, um dos destaques do time, avançar e fazer o 2 a 0.

Santa Cruz muda muito, mas ainda assim dita o ritmo do jogo

Já pensando no clássico contra o Sport pela Copa o Nordeste, onde busca manter vivo o sonho da classificação, Brigatti promoveu muitas modificações no Santa Cruz. Ainda assim, o time seguiu ditando o ritmo da partida. E criou duas boas chances antes de alterar novamente o placar. Primeiro, com Karl, em finalização de fora da área, aos 10, e em seguida com Madson, aos 19.

Até que Pipico, de novo, fez valer o faro artilheiro. Em roubada de bola de Marcel aos 24 minutos, o prata da casa acionou o atacante, que finalizou bem, no canto direito do gol de Pezão, sem chances de defesa. Mas não parou por aí. Seis minutos depois, Chiquinho sacramentou o triunfo coral. Marcel cruzou na área, Pipico ajeitou para o meia, que chutou rasteiro para carimbar a passagem de fase.

Superior tática, técnica e fisicamente, o tricolor pernambucano avançou à 2ª fase e reforçou o caixa. E Pipico turbinou o scout particular…

Ficha do jogo

Ypiranga-AP 0

Pezão, Daniel (Wilian Afuá), Davi Boi, João Carlos e Nadson (Fábio Macujá); Nildon (Márcio Jari), Sandro Galhardo (Feijão), Denílson e Raí; Cléucio Riquelme e Tinho Jari (Roberto Batata). Técnico: Vitor Jaime.

Santa Cruz 4

Jordan, Ítalo Melo (Marcel), Júnior Sergipano, Wiliam Alves e Alan Cardoso (Eduardo); Caetano (Léo Gaúcho), Karl (Elicarlos) e João Cardoso (Maxwell); Chiquinho, Madson e Pipico. Técnico: João Brigatti.

Trending