conecte-se conosco

MAMaranhenseSampaio CorrêaÚltimas

Em entrevista ao NE45, Daniel Neri mostra confiança no Sampaio: “Faremos um grande trabalho”

Publicados

em

Anunciado como novo técnico do Sampaio Corrêa na manhã desta quinta-feira (29), o técnico Daniel Neri já está a caminho de São Luís. Em entrevista exclusiva ao NE45, antes do embarque para a capital maranhense, o novo comandante do Tubarão demonstrou confiança e otimismo no trabalho para o Campeonato Maranhense e na Série B do Brasileiro.

“A expectativa é muito boa. Tenho certeza que vamos fazer um grande trabalho no Sampaio Corrêa. A diretoria, a comissão técnica, os jogadores, staff e com o apoio da torcida, todos juntos nessa caminhada. Estou muito feliz. Desde que pisei em solo brasileiro fui muito abençoado. O esforço é grande, mas a recompensa também é. É o maior clube que vou treinar e vou entregar tudo o que posso. Vou dar o máximo e o trabalho será coletivo. Vou abraçar o Sampaio Corrêa e vestir essa camisa para que o clube possa se impor cada vez mais. Tenho certeza que vou agregar a tudo isso”, afirmou.

Daniel Neri conversou com o coordenador de futebol do clube, Celso Teixeira, e com o presidente Sérgio Frota para assinar o contrato. Na negociação, o treinador ficou animado com o que ouviu e com as perspectivas do Sampaio Corrêa para a temporada.

“Tivemos uma conversa muito boa e todos estão esperando a mesma coisa. São pessoas capazes, experientes e vamos render bons frutos. Estou muito motivado. Darei o meu máximo como sempre dei e sinto que será um trabalho especial. O Sampaio Corrêa vive um momento único, na Série B e ano passado já viveu bons momentos. Pretendo buscar grandes resultados não apenas no final do Estadual como também na Série B. O grupo é bom, a comissão técnica tem qualidade e as condições são boas. Então, tem tudo para dar certo e vai dar”, ressaltou.

O técnico português estava no Salgueiro desde 2019 e, na última temporada, chegou ao auge do seu trabalho ao conquistar o título do Campeonato Pernambucano, o primeiro de um clube do interior. Neste ano, porém, com a desistência do Carcará em disputar a Série D, o ano terminará em maio para o clube. Ainda assim, a equipe está classificada para as quartas de final do Estadual e o treinador deixa o Carcará na história.

“A despedida foi de coração partido porque os jogadores, comissão técnica, diretoria e torcedores são pessoas. Futebol é uma profissão, um negócio, mas também é amor. O coração quebrou porque entregamos muito ao Salgueiro e aconteceram coisas muito boas como o título Pernambucano, mesmo em um ano difícil com corte de orçamento. Caminhamos juntos e entregamos muito. Todos no clube. O coração está partido pela despedida, mas alegre e feliz pela nova oportunidade que o Sampaio me deu. Vamos elevar o nome do clube ainda mais e vestir essa camisa com orgulho”, concluiu.

Trending