conecte-se conosco

CEFortalezaÚltimas

Henry, Nesta e Sven-Göran Eriksson foram oferecidos ao Fortaleza, revela presidente

Publicados

em

A diretoria do Fortaleza oficializou nesta terça-feira (4) a contratação do técnico argentino Juan Pablo Vojvoda, ex-Newell’s Old Boys, Defensa y Justicia, Talleres, Huracán (todos da Argentina) e Unión La Calera (do Chile). Porém, o treinador não foi o único estrageiro observado pelo Tricolor. Antes, o Leão chegou a negociar com o também argentino Ariel Holan, que estava no Santos. Porém, a lista era ainda mais extensa e contava com nomes como o francês Thierry Henry, o italiano Alessandro Nesta e o sueco Sven-Göran Eriksson, segundo o presidente Marcelo Paz.

Em entrevista na noite desta terça á Rádio Verdes Mares, o comandante tricolor comentou os bastidores da contratação de Vojvoda e citou outros nomes que foram oferecidos. Entre eles, os dos três europeus. O novo comandante do Leão deve chegar à capital cearense até a próxima sexta-feira.

“Recebemos muitas ofertas de nomes de treinadores. Sven-Göran Eriksson, Thierry Henry e Alessandro Nesta. Nomes internacionais, um sueco, um francês e um italiano. Quando nós abrimos que iríamos ao mercado estrangeiro, começou a pipocar nome de todas as maneiras e a gente vai filtrando”, pontuou.

“No caso do Vojvoda, a primeira pessoa que falou o nome dele no Fortaleza foi o diretor de futebol Alex Santiago. Estávamos conversando sobre nomes e possibilidades, sobretudo de nomes mais famosos e do meio, e ele disse: ‘olha, tem um cara que faz um trabalho muito bom em times menores, com orçamentos reduzidos, que é o Juan Pablo Vojvoda’. Eu não conhecia e nós fomos buscar informações sobre ele, começamos a nos aprofundar, botamos o CIFEC (Centro de Inteligência do Fortaleza) em campo, para entender como ele jogava”, completou o dirigente.

Campeão do mundo como jogador pela seleção da França e multicampeão por Barcelona e Arsenal, Thierry Henry iniciou sua carreira como treinador em 2018 pelo Monaco e no ano passado trabalhou no CF Montreal, do Canadá. Também em 2018, foi auxiliar técnico da seleção da Bélgica na Copa do Mundo da Rússia.

Já o italiano Alessandro Nesta, como atleta, foi campeão do mundo em 2006 pela Itália e também multicampeão por Milan e Lazio. Como treinador, tem carreira modesta, trabalhando apenas pelo Miami FC e Perugia, seu último clube, em 2019.

Por fim, o sueco Sven-Göran Eriksson tem uma longa e vitoriosa carreira como treinador. Em Copas do Mundo dirigiu a Inglaterra, em 2002 e 2006 e a Costa do Marfim, em 2010. Além disso, trabalhou em potencias como Benfica, Roma, Lazio e Manchester City. Está sem trabalhar desde 2019, quando deixou a seleção das Filipinas.

Trending