conecte-se conosco

MAMaranhenseSampaio CorrêaÚltimas

Governo do Maranhão libera público para finais do estadual entre Sampaio e Moto Club

Publicados

em

A final do Campeonato Maranhense entre Sampaio Corrêa e Moto Club serão os primeiros jogos no Brasil a contar com a volta do público aos estádios desde o início da pandemia da Covid-19, em março do ano passado. A decisão foi tomada após uma reunião na tarde desta terça-feira (11) com representantes da Secretaria de Saúde do Maranhão, Secretaria de Esportes e dirigentes dos dois clubes finalistas e da Federação Maranhense de Futebol.

Ficou definido que, na retomada, será utilizada 15% da capacidade do Castelão, palco dos dois jogos finais, o que representa seis mil torcedores por jogo. Além disso, quem for aos jogos precisará ter se vacinado contra a Covid-19 ou apresentar um teste sorológico ou PCR negativo realizado até 48 horas antes de cada partida. A partida de ida da decisão será realizada no próximo domingo (16), com a volta no sábado (29).

“Houve uma reunião com representantes da secretaria de saúde, secretaria de esportes, Moto Club, Sampaio Corrêa e Federação Maranhense de Futebol para que a gente definisse um protocolo para que houvesse o primeiro evento teste no Maranhão, que será a final do Campeonato Maranhense. E ficou pré definido que o público será de 15% da capacidade do Castelão, terão acesso as pessoas que tenham sido vacinadas e comprovem isso na entrada do jogo ou que tenham testagem para sorologia ou PCR com resultado de até 48 horas antes do evento”, explicou o secrtário de esportes e lazer do governo do Maranhão, Rogério Cafeteira.

“É importante que quem vá participar dessa festa tenha consciência e cumpra rigorosamente os protocolos que serão estabelecidos. É importante para que a gente possa retornar de forma gradativa, segura e responsável a esses eventos”, completou.

Até o boletim da última segunda-feira (10), o estado do Maranhão havia registrado 274 mil casos da Covid-19, desde o começo da pandemia, sendo que 355 nas últimas 24 horas. Já com relação aos óbitos, foram 7.553 desde março do ano passado, sendo 21 deles registrados nas últimas 24 horas. O estado registra uma média móvel de 27 mortes nos últimos sete dias, uma curva de estabilidade segundo dados do consórcio de veículos de imprensa.

Trending