conecte-se conosco

BABahiaSérie AÚltimas

Gilberto marca 2 vezes, Bahia sofre virada, mas busca empate com o Bragantino

Foto: Bruno Queiroz / EC Bahia

Publicados

em

O estádio Nabi Abi Chedid foi palco da melhor partida da Série A do Campeonato Brasileiro até o momento. É bem verdade que está apenas no início  da segunda rodada da competição, mas dificilmente haverá um jogo com tantas reviravoltas como Bragantino 3×3 Bahia, na noite deste sábado (5).

Gilberto teve uma noite inspirada e marcou duas vezes logo com 18 minutos. O Bragantino virou com Artur, Luan Cândido e Cuello. Mas, já na reta final, Jonas deixou tudo igual e garantiu um ponto para o Esquadrão.

Ainda com o início da segunda rodada, o Bahia caiu para a 3ª colocação com quatro pontos, mas pode perder mais posições. No próximo domingo (13), o Tricolor recebe o Internacional, às 18h15, em Pituaçu. Antes, na quarta-feira (9), o adversário será o Vila Nova, pela Copa do Brasil, também em Salvador. O Bragantino é o vice-líder com quatro pontos e receberá o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro. 

Falhas de Mateus Claus e Gilberto inspirado

Dois jogadores do Bahia foram os principais personagens do primeiro tempo no Nabi Abi Chedid: Mateus Claus e Gilberto. O goleiro falhou logo no primeiro minuto em um gol de Artur, que foi anulado após checagem do VAR por falta no meio-campo.

Já o artilheiro tricolor, apesar do baixo rendimento da equipe no geral, conseguiu fazer a diferença e marcou dois gols. Aos 15 minutos, após cruzamento na área, Gilberto mandou de cabeça para o fundo das redes. Aos 18, o atacante fez uma boa jogada pela esquerda e chutou de fora da área para marcar um bonito gol.

O placar de 2×0 só não foi mantido até o intervalo porque novamente Mateus Claus apareceu de forma negativa. Aos 21, Artur entrou na área, chutou e o goleiro aceitou para diminuir o placar. Logo na sequência, o Bragantino teve um novo gol anulado pela arbitragem em outra falha de Mateus Claus. O impedimento bem marcado salvou o camisa 77 outra vez. 

Bragantino pressiona e vira

A equipe de Bragança Paulista, que já foi superior em grande parte do primeiro tempo apesar da desvantagem, voltou para a etapa complementar pressionando e de forma rápida igualou novamente o marcador. Aos quatro minutos, Artur cobrou escanteio e Luan Cândido cabeceou para empatar.

Já a virada saiu aos 22 minutos e com um golaço de Cuello. O meia recebeu na ponta esquerda, passou por Rossi e bateu no canto de Mateus Claus para marcar o terceiro do Bragantino. 

Reação no final

Em desvantagem, o técnico Dado Cavalcanti mudou a equipe para tentar retomar o controle da partida e buscar um novo empate. Conseguiu já na reta final da partida. Aos 40 minutos, Jonas recebeu na intermediária e chutou no canto de Júlio César para fechar o placar em 3×3.

Ficha do jogo

Bragantino 3
Júlio César; Aderlan, Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Jadsom (Ramires), Lucas Evangelista e Cuello; Artur, Pedrinho (Alerrandro) e Ytalo. Técnico: Maurício Barbieri.

Bahia 3
Mateus Claus; Renan Guedes, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Patrick (Lucas Araújo), Thaciano (Oscar Ruíz) e Galdezani (Jonas); Rodriguinho (Alesson), Rossi (Maycon Douglas) e Gilberto. Técnico: Dado Cavalcanti.

Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP
Árbitro: Vinicius Gomes do Amaral (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS).
Gols: Gilberto (Bahia), aos 15 e aos 18 do 1ºT; Artur (Bragantino), aos 21 do 1ºT; Luan Cândido (Bragantino), aos 4 do 2ºT; Cuello (Bragantino), aos 22 do 2ºT; Jonas (Bahia), aos 40 do 2ºT.
Cartões amarelos: Pedrinho e Jadsom (Bragantino); Galdezani, Jonas, Lucas Araújo e Edson (Bahia)

Ouça a partir do minuto 49′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending