conecte-se conosco

BANáuticoPESérie BÚltimasVitória

Náutico é mais eficiente e ganha do Vitória no Barradão

Foto: Pietro Carpi / Vitória

Publicados

em

A eficiência fez a diferença no fechamento da segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, na noite desta segunda-feira (7), no Barradão. O Náutico teve mais competência, aproveitou a chance que teve e derrotou o Vitória por 1×0 com gol de Jean Carlos, no segundo tempo. O Leão perdeu oportunidades claras, colocou duas bolas no travessão, mas nenhuma nas redes.

O resultado colocou o Timbu na vice-liderança com seis pontos, atrás do Brusque apenas pelo número de gols marcados (3×2). Na próxima sexta-feira (11), o adversário será o Guarani, às 21h30. Já o Vitória caiu para o 14º lugar com um ponto e receberá o Operário, domingo (13), às 20h30, no Barradão. Antes, enfrenta o Internacional, quinta-feira, às 21h30, no Beira-Rio, pela Copa do Brasil.

Equilíbrio e chances para os dois lados

O primeiro tempo no Barradão foi de chances criadas, desperdiçadas e de alternância de domínio. Logo no início , o Náutico pediu um pênalti de Gabriel Bispo em cima de Kieza. O árbitro, no entanto, mandou o jogo seguir. Mas já era uma mostra de que o Timbu manteria a postura de marcar sob pressão.

Porém, os alvirrubros cederam espaços e o Leão passou a gostar do jogo na base do contra-ataque. Cresceu com o decorrer do tempo e teve grandes oportunidades de abrir o placar. Na melhor delas, após cruzamento de Soares, Gabriel Bispo cabeceou no travessão. No rebote, David, livre na área e de cara para o gol, chutou para fora.

Os alvirrubros responderam com uma bonita jogada individual de Erick. O atacante driblou Wallace, mas a bola caiu no pé direito, que não é o bom, e ele mandou ao lado da meta de Lucas Arcanjo. Mesmo com um jogo franco e aberto, ninguém conseguiu balançar as redes. 

Náutico marca no início e segura ímpeto do Vitória

Assim que a bola voltou a rolar no segundo tempo, o Náutico já abriu o marcador. Jean Carlos recebeu na ponta direita e cruzou, ninguém desviou, o goleiro Lucas Arcanjo não conseguiu defender e a bola entrou direto para fazer 1×0.

De forma natural, o Vitória teve mais ímpeto após o gol para buscar o empate. Alex Alves teve trabalho para fazer uma defesa depois de uma tabela de David e Samuel. Já na reta final, Soares acertou o travessão. A pressão foi até o último instante, mas o Timbu conseguiu se segurar e sem sofrer novos sustos.

Ficha do jogo

Vitória 0
Lucas Arcanjo; Raul Prata, Marcelo Alves, Wallace e Roberto; Gabriel Bispo (Bruno Oliveira), Fernando Neto (Dinei) e Soares (Eduardo); David (Pablo), Guilherme (Ronan) e Samuel. Técnico: Rodrigo Chagas.

Náutico 1
Alex Alves; Hereda, Camutanga, Wagner e Bryan; Djavan (Trindade), Rhaldney (Marciel) e Jean Carlos (Luiz Henrique); Erick, Vinícius (Vargas) e Kieza (Paiva). Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: Estádio do Barradão, em Salvador-BA
Árbitro: Leonardo Sígari Zanon (PR)
Assistentes: Victor Hugo Imazu dos Santos (PR) e Rafael Trombeta (PR)
Gols: Jean Carlos (Náutico), ao 1 do 2ºT; 
Cartões amarelos: Marcelo Alves e Pablo (Vitória); Rhaldney, Kieza e Wagner (Náutico)

Ouça a partir do minuto 04′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending