conecte-se conosco

ParaibanoPBÚltimas

Campinense bate Sousa na ida da final e fica a um empate do título paraibano

Foto: Divulgação / Campinense

Publicados

em

Após três vice campeonatos seguidos, o Campinense deu um passo importante para levantar seu 21º Campeonato Paraibano. Nesta quinta-feira (17), pelo jogo de ida da decisão, a Raposa bateu o Sousa por 1 a 0, no estádio Amigão, e com isso joga por um empate na partida de volta, no próximo domingo, às 10h, no Marizão, para ficar com a taça.

Com o resultado, o Campinense chegou a 11 jogos de invencibilidade, entre partidas pelo Campeonato Paraibano e a Série D do Brasileiro. Já o Dinossauro, por sua vez, precisará de um triunfo por dois gols de vantagem para conquistar seu terceiro título. O último foi em 2009.

Jogando em casa, a Raposa procurou tomar a iniciativa da partida, porém esbarrou na forte defesa do Sousa, que entrou na decisão com apenas um gol sofrido em todo campeonato. Assim, foram poucas os lances de perigo do primeiro tempo. No melhor deles, o goleiro Ricardo segurou chute cruzado de Matheus Régis.

Duelo que se repetiu logo no primeiro minuto da etapa final, com o goleiro do Sousa fazendo grande defesa, no ângulo. O time sertanejo só acordou no jogo aos 19 minutos, quando Rodrigo Poty, de cabeça, obrigou o goleiro Mauro Iguatu, finalmente, a sujar o uniforme em uma excelente defesa. Porém, o Campinense seguia melhor.

E a pressão rubro-negra finalmente deu resultado aos 36 minutos, qunado Marcos Nunes entrou sozinho na área pelo lado direito e serviu o meia Edinho Corrêa, que havia acabado de entrar, só escora a bola para a rede do Sousa, em seu primeiro toque de bola na partida, e marcar o gol da vitória.

Ficha técnica

Campinense 1
Mauro Iguatu, Felipinho, Michel Bennech, Cleiton e Allefe (Marcos Nunes); Rafinha, Patrick (Ítalo) e Marcelinho; Vitinho (Daniel Justino), Matheus Régis e Claudio. Técnico: Ranielle Ribeiro.

Sousa 0
Ricardo, Arisson (Douglas), Rony Lobo, Marcelo Duarte e Weslley; Liniker, Daniel Costa, Juninho e Wesley Soares (Gabriel); Dentinho (Cassiano) e Almir (Rodrigo Poty). Técnico: Índio Ferreira

Local: Estádio Amigão, em Campina Grande
Árbitro: Afro Rocha de Carvalho Filho
Assistentes: Kildenn Tadeu Morais de Lucena e  Rafael Guedes de Lima
Gol: Edinho Corrêa, aos 36 min do 2ª tempo

Trending