conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Na Ilha, Sport faz bom primeiro tempo contra o Grêmio e vence a primeira na Série A

Leão foi aos quatro pontos e subiu para o 11º lugar do Brasileiro

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

Primeira vitória do Leão. Na Ilha do Retiro, o Sport fez ótimo primeiro tempo e se segurou bem no segundo para bater o Grêmio, por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, pela quarta rodada da Série A. O solitário gol do confronto foi marcado pelo lateral-esquerdo Sander, de falta, na etapa inicial.

E agora?

Com o resultado, o Sport vai aos quatro pontos e sobe para 11º na competição. Na sequência, o Rubro-negro visita o Juventude, neste domingo, em Caxias do Sul.

Com gol de falta de Sander, Sport bate o Grêmio na Ilha e vence a 1ª no Brasileirão

O jogo

O Sport mandou a campo nesta noite uma formação nova, com três zagueiros, mantendo também um trio no ataque mas tirando um volante. E na primeira etapa a mudança surtiu efeito, já que o esquema trouxe ao Leão a melhor atuação em um tempo neste início da Série A, aliado também aos espaços dados pelo Grêmio, que joga e deixa jogar.

Sólido atrás e com Marcão à frente da área, a escalação deu liberado a Thiago Lopes – único meia – e principalmente aos alas, sobretudo Hayner, já que o Sport forçou bastante pelo lado direito em dobradinhas dele com Marquinhos.

Logo aos 11 minutos, o atacante recebeu na intermediária ofensiva, entrelinhas, e deu ótima enfiada para o lateral, que entrou livre, cara a cara com Paulo Victor, mas bateu mal demais, em cima do goleiro.

Pressionando, não demorou muito para o Sport voltar a ter uma chance clara. Mas esta a partir de um erro do time gaúcho, que saiu jogando mal e Paulo Victor deu a bola nos pés de Paulinho Moccelin, na meia-lua da grande área, que com a barra entre aberta, isolou em chute desequilibrado, aos 23 – tinha tempo e espaço para ajeitar a bola ou servir Marquinhos, que chegava próximo em uma situação de dois contra um.

Propositivo, o Rubro-negro seguiu rondando a área em busca de espaços, sobretudo pelos lados – Thiago Lopes tentou pelo meio, mas foi pouco efetivo -, em busca de triangulações. Mas chegou ao gol em uma jogada de bola parada.

Em cobrança de falta frontal, próximo da linha da grande área, Sander finalizou direto, a bola desviou na cabeça de Diego Souza e enganou Paulo Victor, que não teve tempo de reação. Leão, justamente, na frente.

E defensivamente?

No campo de defesa, o Leão conseguiu se comportar bem no novo esquema. O Grêmio chegou apenas em duas jogadas laterais, que terminaram em cruzamento, afastados pelos alas leoninos ao fechar as jogadas no segundo pau – numa delas, inclusive, Hayner quase fez contra, ao afastar jogada na trave.

Além disso, o time gaúcho até conseguiu marcar, mas foi assinalado impedimento. Depois de escanteio na área, Kanemann cabeceou para o gol, Mailson espalmou e, no rebote, Thiago Santos completou – mas estava em posição irregular, marcado em campo e confirmado pelo VAR.

Segundo tempo

Para a etapa complementar, o Sport foi inferior em relação ao Grêmio, que voltou com mudanças ofensivas e mais ímpeto. E diante da qualidade dos visitantes, o Leão encontrou dificuldades para jogar e sair no contra-ataque.

Observando o time gaúcho rondar a área, o Sport buscou fechar os espaços e Louzer fez mexidas nesse sentido, preocupado sobretudo com as investidas laterais e em dar gás novo para tentar o contra-ataque, algo não ocorreu, salvo por uma finalização de André, de fora, já aos 37, que a bola passou perto, por cima.

Ao menos, defensivamente o Sport se segurou bem, resistindo às investidas de Douglas Costa e com uma boa atuação do sistema defensivo, além de Zé Welison, que entrou bem no segundo tempo. Assim, o Rubro-negro conquistou a primeira vitória na competição, de forma suada, mas merecida, pela boa primeira etapa.

Ficha

Sport

Mailson; Rafael Thyere, Maidana, Sabino; Hayner (Tréllez), Marcão, Thiago Lopes (Zé Welison), Sander; Paulinho Moccelin (Patric), André (Neilton) e Marquinhos (Gustavo). Técnico: Umberto Louzer

Grêmio

Paulo Victor; Rafinha, Geromel, Kanemann, Cortez (Diogo Barbosa); Thiago Santos (Victor Bosbin), Matheus Henrique, Jonathan Robert; Luiz Fernando (Douglas Costa), Diego Souza e Ferreirinha. Técnico: Tiago Nunes

Local: Ilha do Retiro, Recife
Gols: Sander (SPO)
Cartões amarelos: Kanemann, Rafinha, Luiz Fernando (GRE); André, Moccelin, Maidana, Gustavo, Tréllez (SPO)

Ouça a partir do minuto 14′:

Continue lendo
1 comentário

1 comentário

  1. José Beltrão

    18 de junho de 2021 a 04:39

    Galera sou ouvinte assíduo do podcast45 e ultimamente não estou mais ouvindo vcs. A questão é que não estão separando as análise por clube então fica cansativo demais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending