conecte-se conosco

BAPESanta CruzSérie CÚltimas

Série C: Santa e Jacuipense empatam no Arruda e seguem sem vencer

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

Empate frustrante para ambos os lados. Mesmo fazendo um jogo de muita criação, mas pouco poder de decisão, Santa Cruz e Jacuipense empataram em 2 a 2 no Arruda, nesta segunda-feira, pela quarta rodada da Série C, e seguem sem vencer na competição.

Sob novo comando técnico, com Roberto Fernandes, e contando com a estreia de Wallace Pernambucano, o Tricolor abriu o placar com Lucas Batatinha, encerrando um jejum de 53 dias em que o time não balançava as redes na temporada, mas o Jacupa empatou com Bambam e virou com Thiaguinho. Léo Gaúcho, no final do duelo, deixou tudo igual para os corais.

Tabela e calendário

Com o resultado, o time pernambucano continua no Z2, somando apenas dois pontos e, logo abaixo vem a equipe baiana, dividindo a lanterna do grupo A, empatada no somatório, mas perdendo no critério de saldo de gols (-4 x -3). Na próxima rodada, o Santa Cruz volta a campo no sábado, diante do Volta Redonda, no Raulino de Oliveira, enquanto o Jacuipense recebe o Ferroviário, na Arena Valfredão.

Santa faz blitz, mas desperdiça chances. Jacupa cria a melhor oportunidade, mas também perde

Dez chances criadas nos primeiros 45 minutos resumem bem o primeiro tempo entre Santa Cruz e Jacuipense, no Arruda. As equipes fizeram um jogo movimentadíssimo na etapa inicial, mas coube ao Tricolor o protagonismo de se lançar ao ataque, com imposição, mas pecando e muito na hora de decidir. Tanto que, nas sete oportunidades criadas, em sua maioria pelo lado direito do campo, nenhuma delas foi convertida para gol.

França, Wallace Pernambucano e Breno Calixto, nomes que mais apareceram nas construções do time no 1T, tituberam na hora de finalizar e, quando o fizeram, a defesa do Jacupa conseguiu abafar. A principal delas, inclusive, foi um retrato claro deste cenário. Aos 38, Wallace ganhou no corpo para Railon, partiu em velocidade para a grande área e tocou para França, que demorou demais para decidir, deixando a Jacuipense se reorganizar e bloquear o chute.

O Leão Grená, por sua vez, suportou o bombardeiro coral nos primeiros 25 minutos e, apostando na troca rápida e passes e partidas em contra-ataque pelas pontas, construiu o que foi a chance mais clara do primeiro tempo. Jeremias, ex-Santa Cruz, aos 13, enfiou boa bola para Bambam, mas cara a cara com Jordan, o atacante finalizou para fora. Depois, em um intervalo de dois minutos, aos 25 e aos 27, o Jacupa arriscou com Charles, cobrando falta de longe e levando perigo ao gol tricolor, e com Thiaguinho acionando contra-ataque pela esquerda, mas, na hora da última toma de decisão, não foi feliz.

O tricolor até evitou a derrota no fim, mas esta já é a pior largada do clube na terceirona neste formato na 1ª fase. (Ao menos o volume ofensivo melhorou…)

Santa segue pressionando, mas leva a virada. No fim, consegue empatar

Na volta para o segundo tempo, o Santa Cruz seguiu a tônica da postura que teve no início do jogo, pressionando as saídas de bola da Jacuipense e, em uma dessas oportunidades, logo abriu o placar. Madson, que acabara de entrar substituindo Derley, foi acionado na esquerda e cruzou na medida para Lucas Batatinha cabecear e abrir o placar no Arruda. O primeiro gol marcado pelo Tricolor após 54 dias de seca.

Mas a resposta do Leão foi rápida. Letal. Em boa trama na direita, Gedeilson finalizou cruzado, rasteiro, e Bambam se jogou para deixou tudo igual. E a virada veio logo em seguida. Thiaguinho recebeu lançamento, dominou no peito e aproveitou falha de Weriton para avançar e fazer o segundo gol do Jacupa na partida. Vantagem que poderia ter sido ainda maior se, na sequência, após bom passe de Thiaguinho, Bambam não tivesse perdido grande chance cara a cara com Jordan.

Buscando o empate, o Tricolor construiu duas boas chances, ambas com Wallace Pernambucano, mas novamente não conseguiu ser efetivo na frente do gol. Na primeira, Breno Calixto recebeu pivô do camisa nove e mandou para fora. Depois, foi o próprio Wallace a receber cruzamento de Vitinho e, sozinho, cabecear para fora. Muito mais perigoso, o Jacuipense respondeu com boa trama no meio e Renato Henrique, por muito pouco, não ampliando a vantagem. Mas, em jogada de bola parada, enfim, o gol de empate veio. Léo Gaúcho subiu mais que todo mundo e marcou o segundo gol coral. Nada, porém, que alterasse o frustrante placar entre as equipes.

Ficha do jogo

Santa Cruz 2

Jordan, Weriton, Breno Calixto, Wiliam Alves e Julinho; Derley (Madson), Vitinho (Karl) e Chiquinho; França, Batatinha (Léo Gaúcho) e Wallace Pernambucano. Técnico: Roberto Fernandes.

Jacuipense 2

Vitor, Jedeílson, Tiago Alves, Railton e Vicente; Charles, Luis Fernando (Kanu) e Peixoto (Josa); Jeremias (Raylan), Thiaguinho (Renato Henrique) e Bambam (Itinga). Técnico: Jonilson Veloso.

Local: Arruda
Árbitro: Leonardo Ferreira Lima (PR)
Assistentes: Heitor Alex (PR) e Andrey Luiz (PR)
Gols: Lucas Batatinha, do Santa Cruz, aos 6′ do 2T; Bambam, do Jacuipense, aos 9′ do 2T, Thiaguinho, Léo Gaúcho, do Santa Cruz, aos 42′ do 2T
Cartões amarelos
: Vitinho (S), Derley (S), Vicente (J), Thiaguinho (J), Peixoto (J)

Ouça a partir do minuto 07′:

Trending