conecte-se conosco

CECearáSérie AÚltimas

Defesa do Ceará anula criação do Bragantino e garante empate sem gols fora de casa

Fausto Lima/Ceará SC

Publicados

em

Pela terceira vez seguida, o Ceará viajou e vai retornar para casa com um ponto na mala. Contra o líder do Brasileirão, Red Bull Bragantino, na 8ª rodada da Série A, o Alvinegro fez um jogo defensivamente seguro, mas ofensivamente pouco produtivo, o suficiente para garantir um empate sem gols que quebra a sequência de quatro vitórias seguidas para os Touros Vermelhos.

A partida foi marcada pela anulação aplicada pela defesa cearense sobre as habilidosas peças do ataque paulista, que não conseguiam invadir a área de Richard para finalizar. Com isso, o jogo foi finalizado com apenas cinco chutes no jogo – todos no segundo tempo.

Nos minutos finais, o centroavante Cléber, que havia entrado já na metade do segundo tempo, recebeu um segundo amarelo, forçando o Ceará a terminar o jogo com um a menos, além de desfalcar o time na próxima rodada, quando Bruno Pacheco, com três amarelos, também ficará fora.

Como fica?

Com o empate, o Braga segue na ponta do campeonato, mas o Vozão sobe na tabela, assumindo a 11ª posição, com 10 pontos. Depois desse jogo, Ceará e Red Bull voltam a campo novamente no mesmo horário: às 18h15 do domingo. Para o Vozão, o jogo será no Alfredo Jaconi, frente ao Juventude, destaque positivo pela boa largada. O Bragantino, por sua vez, visita o Morumbi, para enfrentar o São Paulo, destaque negativo pelo início no Z4.

Jogo lento

A primeira etapa não mostrou um grande futebol por parte de nenhumas das equipes. O Bragantino apostava em um futebol de posse de bola, enquanto o Ceará, mais recuado, buscava as jogadas rápidas, mas, se o primeiro não conseguia entrar na área cearense, o segundo não conseguia encaixar suas jogadas.

Com isso, em um jogo amarrado e de pouca inspiração, o primeiro tempo terminou não apenas sem gols, mas sem nenhum chute certo, com apenas duas finalizações para cada time.

Vantagem numérica

Após o intervalo, o Ceará voltou querendo jogo. Nos primeiros minutos, o Vozão pressionou e, com Fernando Sobral, em bela jogada na área, conseguiu a primeira finalização certa da partida, aos 7 do segundo tempo. Os sudestinos, porém, cresceram no meio de campo e, apesentando mais variações ofensivas, passaram a forçar o Ceará a um jogo de maior contenção.

O sistema defensivo do Alvinegro, porém, era bastante funcional, mantendo Claudinho e companhia fora da área. Com isso, as principais jogadas do Bragantino vinham de fora da área e pouco incomodavam o goleiro Richard, que só precisou fazer uma defesa aos 24 minutos – o primeiro dos dois chutes certos do Red Bull na partida.

Aos 45, Cléber recebeu um segundo amarelo, deixando o Ceará com um a menos durante os seis minutos de acréscimo. Logo na sequência, Kelvyn até teve uma chance de colocar o Vozão na frente, mas quem chegou mais perto foi o Bragantino, que, aos 50, chegou pela direita e, em cruzamento baixo, viu Pedrinho, livre na segunda trave, bater para fora.

Ficha do jogo

Red Bull Bragantino 0
Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Natan e Edimar; Raul (Chrigor), Lucas Evangelista (Eric Ramires) e Claudinho; Artur, Ytalo e Helinho (Pedrinho). Técnico: Maurício Barbieri.

Ceará 0
Richard; Buiú, Messias, Gabriel Lacerda (Jordan) e Bruno Pacheco; Marlon (Pedro Naressi), Fernando Sobral e Vina (Jorginho); Stiven Mendoza, Lima (Kelvyn) e Saulo Mineiro (Cléber). Técnico: Guto Ferreira.

Local do jogo: Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista-SP
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes (RJ)
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Cartões amarelos: Raul (RBB), Bruno Pacheco, Marlon (CEA)
Expulsões: Cléber (CEA)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending