conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Após ser dominado, Sport tenta reagir no 2ºT, mas perde para o Palmeiras

Foto: César Greco/Palmeiras

Publicados

em

O Sport foi dominado pelo Palmeiras no primeiro tempo, cresceu e melhorou na etapa complementar, mas perdeu por 1×0, neste domingo (4), na Ilha do Retiro. O gol foi marcado por Gustavo Scarpa em um jogo em que os rubro-negros reclamaram da arbitragem com o pedido de expulsão de Marcos Rocha e um pênalti não marcado ainda na etapa inicial.

Sem vencer há cinco partidas, o Leão pode cair para a zona de rebaixamento da Série A do Campeonato Brasileiro. A equipe está no 16º lugar com seis pontos e pode ser ultrapassado pelo São Paulo, que enfrenta o Bragantino, no Morumbi, também neste domingo. Na próxima rodada, o Sport pega o Atlético-GO, quarta-feira (7), às 19h15, no estádio Antônio Accioly. Já o Palmeiras subiu para a liderança com 19 pontos, empatado com o Athletico, e terá pela frente o Grêmio, no mesmo dia, mas às 19h.

Sport perde na Ilha do Palmeiras e chega a 9 rodadas com apenas 1 vitória; o pior começo

Domínio palmeirense e reclamações com a arbitragem

O primeiro tempo se resumiu ao domínio do Palmeiras e também as reclamações do Sport com a arbitragem. A equipe paulista teve mais posse de bola, desde o início, criou as melhores oportunidades e deu trabalho a Mailson.

Aos dez minutos, no entanto, a primeira bronca dos rubro-negros com a arbitragem. Marcos Rocha matou um contra-ataque do Sport com uma falta dura em Everaldo, que ainda estava no campo de defesa, mas sem mais ninguém para passar além do lateral-direito. Apesar dos pedidos pelo cartão vermelho, a punição ficou no amarelo. 

O Leão, muito recuado, apostou nas ligações diretas. Porém, com pouca eficiência. Com o domínio, o Alviverde abriu o placar aos 37 minutos. Danilo fez uma boa jogada individual pela direita, cruzou e Gustavo Scarpa, sozinho, mandou de primeira para o fundo das redes.

Apenas com a desvantagem, o Leão assustou no ataque e com uma nova bronca com o árbitro Caio Max Augusto Vieira. Após falta cobrada na área, a bola bateu no braço de Raphael Veiga, mas a arbitragem considerou um lance normal e o jogo seguiu. Na sequência, Júnior Tavares deu um chute perigoso e a bola passou ao lado da meta de Jailson. 

Pecado nas finalizações

A postura do Sport foi completamente diferente no segundo tempo. Os rubro-negros aumentaram o ritmo, avançaram a marcação e foram melhores que o Palmeiras. Contudo, o time pecou nas finalizações. Faltou capricho nas definições das jogadas.

Na principal oportunidade, aos 18 minutos, André girou sobre Felipe Melo, saiu de cara com Jailson e, mesmo com liberdade, chutou para fora. Thiago Neves também teve duas chances. Na primeira, mandou para fora. E, depois, arrematou nas mãos do goleiro palmeirense. Com o cansaço, o ritmo foi diminuindo ao passar do tempo. Assim, o Palmeiras retomou a posse de bola e garantiu o resultado. A pressão final do Leão não surtiu efeito. 

Ficha do jogo

Sport 0
Mailson; Hayner, Rafael Thyere, Sabino e Júnior Tavares; Marcão, Zé Welison (Thiago Lopes) e Thiago Neves; Neilton (Paulinho Moccelin), Everaldo (Tréllez) e André (Maxwell). Técnico: Umberto Louzer.

Palmeiras 1
Jailson; Marcos Rocha, Luan, Felipe Melo e Renan; Danilo, Zé Rafael e Gustavo Scarpa (Danilo Barbosa); Breno Lopes (Willian), Raphael Veiga (Rony) e Deyverson. Técnico: Abel Ferreira. 

Local: Estádio da Ilha do Retiro, no Recife-PE.
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN) 
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Candido das Flores (RN).
Gol: Gustavo Scarpa (Palmeiras), aos 37 do 1ºT;
Cartões amarelos: Zé Welison e Paulinho Moccelin (Sport); Marcos Rocha (Palmeiras).

Ouça a partir do minuto 115′:

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados