conecte-se conosco
CSA perdeu para o Goiás no Rei Pelé CSA perdeu para o Goiás no Rei Pelé

ALCSASérie BÚltimas

Em jogo aberto, CSA acerta a trave duas vezes, mas perde do Goiás no Rei Pelé

Publicados

em

Uma partida franca, muito boa de se assistir. Chances para os dois lados, times buscando o gol a todo momento, mas quem se saiu melhor foi o visitante. O CSA acabou derrotado pelo Goiás por 1 a 0, no estádio Rei Pelé, com gol marcado pelo atacante Alef Manga, na primeira etapa. O Azulão ainda acertou a trave duas vezes no segundo tempo, pressionou bastante, mas não conseguiu empatar. O Esmeraldino, inclusive, poderia até ter ampliado a vantagem no fim, mas também desperdiçou. Vale destacar a boa atuação dos dois goleiros, Thiago Rodrigues e Tadeu, que evitaram um placar mais elástico no duelo.

Com o resultado, o CSA segue com 11 pontos em 10 jogos e se mantém na 13ª posição. Já o Goiás chega aos 19 pontos e termina a rodada no 4º lugar, voltando ao G4 da Série B. O Azulão volta a campo no próximo sábado (17), contra o Operário-PR, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa-PR, às 21h. Enquanto isso, o Esmeraldino enfrenta o Londrina, também no sábado, em Goiânia-GO, no estádio da Serrinha, às 16h.

Confira a classificação da Série B

Jogo lá e cá, mas visitantes abrem o placar

A partida começou bastante movimentada. As duas equipes tentavam chegar ao ataque em velocidade e definir logo a jogada, principalmente o CSA no começo. Logo aos três minutos, Dellatorre recebeu na intermediária, carregou e soltou uma bomba de longe, que Tadeu espalmou. Aos sete, o Goiás respondeu com Bruno Mezenga, de cabeça. Ele acabou perdendo o tempo da bola e mandou para fora.

Aos 11, foi a vez do Azulão agredir novamente. Geovane ganhou com liberdade, arriscou de longe e o goleiro espalmou para escanteio. Aos 18, Renato Cajá cobrou falta pela direita, por cima da barreira, e Tadeu tirou novamente. Depois dessa pressão alagoana, foi a vez da equipe esmeraldina crescer no jogo e levar bastante perigo.

Aos 24, Alef Manga recebeu pela direita, bateu cruzado e a bola atravessou a pequena área e assustou a defesa azulina. Aos 26, Ivan levou em direção à linha de fundo e rolou para trás, onde aparecia Elvis, que finalizou colocado e mandou perto do travessão. Apesar de diminuir o número de chances claras, a partida seguiu bem aberta, com as duas equipes tentando criar para abrir o placar. E quem saiu na frente foi o Goiás. Aos 39, Ewerthon vacilou na saída de bola, Alef Manga ficou com a posse, carregou e arriscou da intermediária, acertando o canto esquerdo de Thiago Rodrigues, que ainda tocou na bola. O CSA ainda tentou apertar no fim, mas os visitantes se seguraram bem.

CSA tenta, acerta a trave, mas sai derrotado

A “trocação” seguiu franca na segunda etapa. Com menos de um minuto, Dadá Belmonte recebeu pelo lado, cortou para o meio e chutou forte para boa defesa de Thiago Rodrigues, que espalmou para escanteio. Após a cobrança, o CSA aproveitou o contra-ataque. Aos dois, Gabriel mandou para Dellatorre, que finalizou rasteiro, na saída de Tadeu, e o goleiro conseguiu salvar o Verdão, mandando para a linha de fundo. Gabriel bateu o escanteio, a bola desviou em Caio Vinícius e acertou a trave do Goiás.

A intensidade nos primeiros minutos foi grande e o CSA mandou no poste de novo. Aos 16, Bruno Mota recebeu dentro da área, limpou o marcador e acertou a trave direita de Tadeu. Uma chance claríssima que o meia acabou desperdiçando. Depois disso, apesar da partida cair um pouco de ritmo, o Esmeraldino se retraiu e deu mais campo ao Azulão, que rondava a área e arriscava bastante finalizações sem chances tão claras.

Nisso, o Azulão só veio voltar a levar perigo em um chute aos 34 minutos, com Bruno Mota, que mandou e a bola desviou na zaga, passando muito perto da trave de Tadeu. Aos 38, Everton Brito arriscou de longe e o goleiro espalmou, mas quase que Nicolas alcança para colocar nas redes. Apesar de tentar uma blitz, o CSA não conseguia abrir espaços na defesa adversária, enquanto deixava brechas e o Goiás aproveitava no contra-ataque.

Aos 45, Dieguinho invadiu a área, se livrou de dois e concluiu rasteiro, mas Thiago Rodrigues salvou com o pé direito. No último lance, aos 50 minutos, Kevyn recebeu pela esquerda, bateu rasteiro e Tadeu salvou o Goiás novamente, garantindo a vitória esmeraldina no Rei Pelé.

Ficha do jogo

CSA (0)

Thiago Rodrigues; Ewerthon (Fabrício), Lucão, Matheus Felipe e Kevyn; Yuri (Giva Santos), Geovane (Bruno Mota) e Renato Cajá (Aylon); Gabriel, Marco Túlio (Yago) e Dellatorre. Técnico: Ney Franco.

Goiás (1)

Tadeu; Ivan, Matheus Salustiano, Reynaldo e Artur; Breno, Caio Vinícius (Daniel Oliveira) e Elvis (Luan Dias); Dadá Belmonte (Everton Brito), Alef Manga (Dieguinho) e Bruno Mezenga (Nicolas). Técnico: Pintado.

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió-AL.

Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ).

Assistentes: Lilian da Silva Fernandes Bruno e Thiago Gomes Magalhães (ambos RJ).

Gols: Alef Manga, aos 39 do 1ºT (GOI).

Cartões amarelos: Fabrício (CSA); Reynaldo, Elvis, Caio Vinícius, Nicolas e Alef Manga (GOI)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending