conecte-se conosco

BASérie BÚltimasVitória

Em busca de “equilíbrio”, Wagner Lopes é apresentado no Vitória e faz estreia domingo

Foto: Divulgação/E.C.Vitória

Publicados

em

Pouco menos de 24 horas após ser anunciado oficialmente, o técnico Wagner Lopes foi apresentado nesta sexta-feira (13) como novo comandante do Vitória para a temporada. O treinador, por sinal, já comandou o primeiro treino à frente da equipe e teve seu nome publicado no Boletim Informativo Diário da CBF, ficando regularizado para fazer a sua estreia no próximo domingo (15), às 16h, contra o CRB, no Barradão, pela 18ª rodada da Série B. O meia Sérgio Mota também foi regularizado e passa a ser uma opção a mais.

Em sua primeira entrevista coletiva, Wagner Lopes exaltou que a missão de livrar o Vitória da zona de rebaixamento é coletiva e pontuou que vai tentar, nesse primeiro momento, dar um maior equilíbrio à equipe. Com 14 pontos, o Leão abre a zona de rebaixamento.

“Não é missão só do Wagner. O Wagner, pela posição do treinador de futebol, que é muito importante, a palavra tem um peso muito grande. O Wagner vem buscar equilíbrio. Equilíbrio para defender, equilíbrio para atacar, temos vários problemas de assuntos internos que a gente não verbaliza, mas dentro a gente vai tentar organizar da melhor maneira possível. Ouvir todos, estamos chegando, então não é o clube que tem que se adaptar ao Wagner, é o contrário”, destacou o treinador que estava no Vila Nova-GO.

No currículo, o técnico também coleciona passagens por Botafogo-SP, Atlético-GO, Paraná, Sampaio Corrêa, Bragantino, Goiás, entre outros.

“A gente sabe da grandeza do clube, o passado de glórias, a revelação de grandes atletas aqui, então venho com muita vontade de trabalhar, muita determinação. Mas vejo que a minha missão, antes de mais nada, é voltar ao básico. Fazer com que cada jogador se sinta confiante. Que nosso ambiente fique leve para que a gente possa potencializar a força de cada um dos jogadores. É um elenco jovem, com potencial, mas jovem, e ainda precisa passar por etapas dentro da competição. Wagner é uma peça dessa engrenagem. O Wagner sozinho não consegue nada, não faz nada. A gente precisa não só da colaboração de todos, mas principalmente do comprometimento com o Vitória”, reforçou.

Para a partida de estreia, a tendência é que o treinador repita a base do time que empatou com o Cruzeiro, na última quarta-feira, por 2 a 2, na Arena Independência.

“Quanto menos mexer, melhor. Nós estamos em uma transição, tenho conversado muito com Ricardo (Amadeu), Flávio (Tanajura). São pessoas que estão aqui há mais tempo, conhecem o elenco como ninguém. A gente vai aproveitar essa oportunidade para conversar mais, tirar mais informações, aproveitar o treino que ainda falta. Mas a ideia é dar sequência ao que vem sendo feito”, afirmou.

Wagner Lopes será o terceiro técnico a comandar o Vitória na Série B. Antes dele, passaram pelo clube Rodrigo Chagas e Ramon Menezes. Na gestão Paulo Carneiro, desde 2019, o Rubro-Negro vai para o seu 10º treinador.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending