Connect with us
Pipico_SantaCruz Pipico_SantaCruz

PESanta CruzSérie CÚltimas

Santa bate o Volta Redonda, vence no Arruda após 145 dias e ganha sobrevida na Série C

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Published

on

Sopro de esperança. Jogando bem, o Santa Cruz venceu o Volta Redonda no Arruda, na noite desta segunda-feira, pela 14ª rodada da Série C, com gols de Pipico e Breno Calixto, um em cada tempo. Vitória essa que além de ter feito o time derrubar uma escrita negativa de mais de 145 dias sem um triunfo dentro da própria casa, ganhar uma sobrevida na luta contra o rebaixamento.

Com o resultado, o Tricolor precisa vencer três partidas e empatar uma nos quatro duelos restantes para se safar da Série D. Na tabela, o time pernambucano segue na lanterna, com 11 pontos conquistados e a quatro do Altos, primeiro time fora do Z2 – contra quem ainda vai jogar, inclusive. Na próxima rodada, o Santa Cruz volta a campo diante do Paysandu, em Belém, na Curuzu.

Santa Cruz manda no primeiro tempo e marca com Pipico

Um primeiro tempo que o Santa Cruz mandou no jogo, sem tomar conhecimento algum do Volta Redonda – que até chegou primeiro com perigo, logo aos oito, em finalização de MV, mas que em seguida nada fez. Sem a bola, os pernambucanos marcavam em cima, inibindo qualquer tipo de ação articulada no meio de campo do Voltaço. Com a bola, o Santa Cruz apresentou repertório para criar inúmeras chances, principalmente com atuação de destaque de Jailson, e abriu o placar em lance inusitado. No campo de defesa, Grasson tentou ‘quebrar o lance’, mas Pipico se jogou para bloquear a finalização e a bola morreu no fundo das redes de Vinícius Dias. Com a vantagem construída, o Santa Cruz ampliou ainda mais a sua dominância no jogo, criando sete chances até o final do primeiro tempo, ora parando nas defesas do goleiro do Volta Redonda, ora pecando na definição das jogadas.

Após 145 dias, o tricolor voltou a vencer no Arruda. E o mais importante: a diferença para sair da zona, que já chegou a ser 8 pontos, agora é de 4 pontos.

Sem decidir as jogadas, sofre o empate, mas garante vitória com Breno Calixto

Postura que se manteve no segundo tempo, diferentemente do jogo passado contra o Jacuipense, quando o Santa Cruz deixou o time baiano jogar. Seguindo com volume de jogo e sem permitir o Volta Redonda criar – ainda que tenha demonstrado um pouco mais de organização, mas sem efetividade -, o Tricolor chegava com extrema facilidade no campo de defesa do Voltaço. Foi assim nas finalizações de Jailson, duas vezes, e Breno Calixto, chutando rente à trave do gol de Vinícius Dias. Mas o futebol é implacável com quem tem oportunidades, mas não decide. E o Volta Redonda, em uma única boa chance criada até então, empatou o jogo. Pedrinho recebeu boa bola de Walisson, limpou a jogada e bateu no canto para igualar o marcador. O Santa Cruz, porém, não sentiu o resultado e chegou perto de ficar novamente em vantagem. Pipico, contudo, cabeceou para fora. Mas Breno Calixto não desperdiçou. De cabeça, o zagueiro subiu mais que todo mundo e pôs o Santa Cruz na frente do placar.

Ficha do jogo


Santa Cruz 2

Jordan, Lucas Rodrigues, Breno Calixto, Wiliam Alves e Leonan; Maycon Lucas (Caetano) (Bruno Moraes), Tarcísio (Vitinho) e Jailson; Pipico, Levi (Frank) e Wallace Pernambucano (Elias Carioca). Técnico: Roberto Fernandes.

Volta Redonda 1

Vinícius Dias, Júlior Amorim, Grasson, Heitor e Luiz Paulo; Bruno Barra (Wallyson), Emerson Júnior e Luciano Naninho; MV (Orlando Júnior), Pedrinho (Gustavinho) e Olávio. Técnico: Neto Colucci.

Local: Arruda
Gols: Pipico, do Santa, aos 11′ do 1T; Pedrinho, do Volta Redonda, aos 27′ do 2T, Breno Calixto, do Santa Cruz, aos 34′ do 2T
Cartões amarelos: Lucas Rodrigues (S), Luiz Paulo (V), Maycon Lucas (S), Júlio Amorim (V), Caetano (S), Walisson (V), Pedrinho (V), Bruno Moraes (S)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados