conecte-se conosco
Dellatorre, atacante do CSA Dellatorre, atacante do CSA

ALCSASérie BÚltimas

No Rei Pelé, CSA peca no preciosismo e tropeça contra Vila Nova pela Série B

Publicados

em

Um duelo que estava nas mãos do Azulão. Depois de pressionar, criar várias chances de gol, o CSA abriu o placar no começo do segundo tempo, com Dellatorre, mas pecou no preciosismo para poder matar o jogo e sofreu o empate do Vila Nova no fim, marcado por Alesson, aproveitando falha do goleiro Thiago Rodrigues. Empate com sabor de derrota para a equipe alagoana nesta sexta-feira (3).

Com o resultado, o CSA segue na 11ª colocação da Série B, com 29 pontos. Enquanto isso, o Vila Nova chega a 23 pontos e permanece no 16º lugar. O Azulão volta a campo na próxima terça (7), diante do Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas-SP, às 16h. O Tigre joga na sexta-feira (10), às 21h30, diante do Náutico, no estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, o OBA, em Goiânia-GO.

Confira a classificação da Série B

Pressão do CSA, mas Georgemy se destaca

Uma primeira etapa movimentada no estádio Rei Pelé, onde o CSA dominou o jogo e teve grandes oportunidades de gol, mas parou no goleiro Georgemy, que vinha bastante inspirado. No começo da partida, aos sete e aos oito minutos, o Azulão já assustou com chutes de Iury Castilho e Marco Túlio, que foram para fora. O Vila Nova, que buscava o contra-ataque, conseguiu criar na bola parada. Aos 15, após cobrança de escanteio, Pedro Bambu cabeceou e levou perigo.

Mas na metade final do primeiro tempo, o jogo ficou ainda mais aberto. E foi onde a estrela de Georgemy brilhou. Aos 26 minutos, Iury cruzou, Rafael Donato falhou e a bola sobrou para Dellatorre, que soltou uma bomba e o goleiro fez uma defesaça. O duelo entre o camisa nove do CSA, e o camisa um do Vila Nova, seguiu quente. Aos 34, Marco Túlio tocou rasteiro para Dellatorre na pequena área, que pegou de primeira e Georgemy salvou novamente. A pressão seguiu, mas quem quase abriu o placar foi o Alvirrubro. Aos 44, Kelvin cruzou pela direita e Clayton subiu bem para, de cabeça, mandar na trave esquerda de Thiago Rodrigues. Na volta, a zaga alagoana afastou.

CSA, enfim, marca

O segundo tempo já teve mais uma edição do duelo entre Dellatorre e Georgemy. Só que, dessa vez, o centroavante se saiu melhor. Gabriel lançou em profundidade para o camisa nove, que bateu rasteiro. A bola passou por entre as pernas do goleiro e o CSA abriu o placar aos três minutos. Após marcar, o Azulão baixou um pouco mais suas linhas de marcação e passou a valorizar mais a posse da bola, tentando criar brechas na defesa adversária para poder chegar em condições de marcar.

Azulão domina, mas displicência cobra seu preço

O confronto ficou bem mais truncado. O Vila Nova, sem grande poder criativo, investia na força e na bola parada para tentar assustar. Mas praticamente não colocou Thiago Rodrigues para trabalhar, enquanto que o Azulão rodava a bola, mas algumas vezes pecava por preciosismo na hora de finalizar. Um bom exemplo aconteceu aos 37, onde Reinaldo e Bruno Mota chegaram no contra-ataque, dois contra dois, e nenhum deles finalizou quando teve espaço. Reinaldo ainda preferiu tentar o drible entre dois adversários e desperdiçou uma oportunidade clara.

Por não ter matado o jogo quando poderia ter feito, o CSA pagou o preço. Aos 41, a bola foi lançada para o ataque, Alesson recebeu pela esquerda, invadiu a área e chutou. A bola foi forte, mas em cima de Thiago Rodrigues, que aceitou. Apesar de tentar o desempate na base do abafa, o Azulão não teve força suficiente para evitar a frustração em seus domínios.

Ficha do jogo

CSA (1)

Thiago Rodrigues; Yuri, Matheus Felipe, Lucão e Ernandes; Geovane, Silas (Yann Rolim) e Gabriel (Aylon); Marco Túlio (Yago), Iury Castilho (Reinaldo) e Dellatorre (Bruno Mota). Técnico: Mozart.

Vila Nova (1)

Georgemy; Moacir (Mazetti), Renato Silveira, Rafael Donato e Bruno Collaço; Pedro Bambu (João Pedro), Dudu e Arthur Rezende (Alan Grafite); Kelvin (Johnatan Cardoso), Alesson e Clayton (Douglas Coutinho). Técnico: Higo Magalhães.

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió-AL.

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias (SP).

Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro e Evandro Ribeiro Lima (ambos SP).

Gols: Dellatorre, aos 3′ do 2ºT (CSA); Alesson, aos 41′ do 2ºT (VIL).

Cartões amarelos: Silas, Ernandes, Geovane (CSA); Bruno Collaço e João Pedro (VIL).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending