conecte-se conosco

MASampaio CorrêaSérie BÚltimas

Em jogo de duas viradas, Ponte vence Sampaio em Campinas com dois gols de falta

Divulgação/SCFC

Publicados

em

Ponte Preta e Sampaio Corrêa protagonizaram um jogo animado em Campinas. Após um primeiro tempo apagado para o Tricolor, que saiu atrás do placar, a etapa final foi aberta e com boas chances para os dois lados, com a Bolívia buscando a virada, mas vendo a Macaca garantir a vitória com dois gols em cobranças de falta. Com isso, o jogo terminou em 3 a 2 para a Ponte, que chegou à quinta vitória seguida como mandante.

Os gols do jogo foram marcados por Fessin, Rafael Santos e Felipe Albuquerque para os pauistas. Para o Sampaio, Joécio e Jean Silva marcaram.

Como fica?

Com o empate, o Sampaio perde a chance de ultrapassar o Botafogo e encerra o dia na quinta colocação da Série B, com 35 pontos. A Ponte, com 23, é 15ª. A 22ª rodada só será completa no feriado da terça-feira, quando também começa a jornada seguinte.

Agora, na luta direta contra o rebaixamento, a Ponte volta a campo às 11h do sábado da próxima semana, visitando o Cruzeiro em Minas. O Sampaio, por sua vez, joga às 16h30 do mesmo dia, recebendo o Operário em São Luís.

Primeiro tempo

Apenas um time mostrou disposição ofensiva na primeira metade do jogo, e foi a Ponte Preta. O goleiro alvinegro, Ivan, só precisou trabalhar aos 46’30” do primeiro tempo, apenas para afastar uma bola cruzada na área. A resposta paulista, inclusive, foi imediata, com Fessin aproveitando o contra-ataque para abrir o placar menos de um minuto depois, concluindo uma bola recebida na quina da pequena área.

Antes do gol, a primeira etapa teve um perfil claro. Com muita dificuldade na criação, o Sampaio fazia um jogo mais fechado, vendo uma Ponte Preta que pressionava bastante e finalizava muito mais (10 x 0 no scout de finalizações no 1º tempo). O trabalho defensivo dos maranhenses buscava justamente conter os contra-ataques paulistas, que, no último lance, gerariam o gol.

Segundo tempo

Do intervalo até as redes do Sampaio balançarem de novo foram só três minutos. Dessa vez, Rodrigão estava em posição irregular quando recebeu a bola cruzada para cabecear, o que anulou do gol.

Atrás no placar, os bolivianos reorganizaram seu meio de campo e, aos 11, conseguiram a primeira finalização no jogo, que gerou um escanteio. Na cobrança, Joécio aparecer por trás da defesa para cabecear para o gol.

Se o empate veio na segunda finalização, a virada veio na terceira. Após um lançamento de Betinho no meio de campo, o Sampaio subiu rapidamente com Ciel, que encontrou Jean Silva entrando na área para acertar um chutaço aos 18.

Dessa vez, porém, o jogo era aberto e dinâmico. Com duas equipes propositivas em campo, havia boas oportunidades sendo criadas para os dois lados. Todas as melhores, porém, foram da Ponte, que encerraria o jogo com 21 x 6 nas finalizações.

Nessa pegada, a Ponte acertou a trave duas vezes, uma delas, inclusive, com o goleiro deslocado, no chamado gol feito. Aquela jogada veio aos 22 e, três minutos depois, Rafael Santos redimiu a Ponte, ao acertar uma falta frontal no fundo das redes de Luiz Daniel.

Aos 44, em outra falta quase no mesmo lugar, o enredo se repetiu, mas, dessa vez, o responsável pela nova virada foi Felipe Albuquerque, que deu números finais ao jogo.

Ficha do jogo

Ponte Preta 3
Ivan; Felipe Albuquerque, Cleylton, Ednei e Rafael Santos; Léo Naldi (Lucas Cândido), Marcos Júnior e Fessin (Yago Henrique); Richard (Iago), Moisés e Rodrigão (João Veras). Técnico: Gilson Kleina.

Sampaio Corrêa 2
Luiz Daniel; Watson (Luís Gustavo), Joécio, Eder Lima e Mascarenhas; Betinho (Márcio Araújo), Ferreira e Eloir (Pimentinha); Jean Silva, Nadson (Daniel Costa) e Ciel (Diego Cardoso). Técnico: Felipe Surian.

Local do jogo: Moisés Lucarelli, em Campinas-SP
Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio (MS)
Assistentes: Leandro dos Santos Ruberdo (MS) e Cicero Alessandro de Souzao (MS)
Gols: Fessin (47’/1ºT | PON), Joécio (11’/2ºT | SAM), Jean Silva (18’/2ºT | SAM), Rafael Santos (25’/2ºT | PON), Felipe Albuquerque (44’/2ºT | PON)
Cartões amarelos: Moisés, Gilson Kleina, João Veras (PON), Joécio, Betinho, Jean Silva e Luís Gustavo (SAM).

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending