conecte-se conosco
hayner hayner

PESérie ASportÚltimas

Com um a menos por meia hora, Sport empata com o Athletico fora

Leão segue em situação delicada na zona de rebaixamento da Série A

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

Com um a menos por cerca de 30 minutos (Hernanes foi expulso), o Sport segurou o Athletico e empatou sem gols, na noite deste domingo, na Arena da Baixada, pela última rodada do primeiro turno. Enquanto teve 11 jogadores, o Leão até fez um bom jogo, sobretudo na etapa inicial. A partida, aliás, marcou a estreia do técnico paraguaio Gustavo Florentín.

E agora?

Com o resultado, o Sport foi para 18ª posição, com 17 pontos, quatro abaixo de deixar a zona de rebaixamento. Na sequência, o Rubro-negro enfrenta o Internacional, na segunda-feira da próxima semana, na Ilha do Retiro.

Estreando Florentín, Sport empata com o Athletico lá; expulsão infantil de Hernanes

O jogo

O Sport fez uma boa etapa inicial. Diante de um Athletico que se expôs, conseguiu neutralizar na maior parte do tempo – sofreu apenas em cruzamentos na área, onde deu grande chance para Pedro Rocha, que errou – e teve espaços para jogar.

Assim, com dez minutos, conseguiu três boas oportunidades. Nas duas primeiras delas, com Tréllez (rebote da entrada da área) e Sabino (cabeceio após escanteio), parou em Bento, que fez duas ótimas defesas.

Em seguida, na melhor chance delas, Moccelin arrancou em contra-ataque pela esquerda e deixou Hernanes cara a cara com o goleiro paranaense, mas o meio tirou demais na tentativa de bater no canto.

Depois daí, o Leão não conseguiu voltar a levar tanto perigo, mas rondou o campo de ataque, com boa participação de Hernanes. Faltou apenas o jogo fluir mais pela direita com Hayner e Tréllez, além de uma maior participação de André.

Segundo tempo

Para a etapa complementar, o jogo voltou com o mesmo panorama para o Sport, que seguiu tendo espaço para jogar. Porém, não conseguiu criar como fez no primeiro tempo e limitou-se a rondar a área e tentar sobretudo cruzamento. A melhor chance foi um chute de longe de Zé Welison, que passou perto.

Por outro lado, seguiu bem postado defensivamente e a única chance de perigo que levou ocorreu em contra-ataque que a defesa ficou desorganizada e Pedro Rocha avançou sozinho, mas bateu mal da entrada da área.

Aos 22 minutos, porém, o cenário do jogo mudou. Por reclamação, Hernanes levou cartão amarelo e, como era o segundo, foi expulso – antes, já havia contestado a arbitragem também de forma acintosa.

Desta forma, com um a menos, o Leão ficou acuado em campo e Gustavo Florentín acionou Chico no lugar de Tréllez para tentar segurar o resultado. Assim, sofreu pressão na reta final jogo e contou com boa participação de Mailson nas bolas aéreas – além de ótima defesa em chute da meia-lua – e ainda acertou a trave no último lance, com Mikael. Mas o placar se manteve inalterado. Ponto fora, mas que não melhora a vida do Sport.

Ficha

Athletico

Bento; Marcinho (Khellven), Pedro Henrique, Thiago Heleno, Abner; Richard (Jader), Erick, Christian (Jadson); Nikão, Bissoli e Pedro Rocha (Renato Kayzer). Técnico: Antônio Oliveira

Sport

Mailson; Hayner, Pedro Henrique, Sabino, Sander; Marcão, Zé Welison, Hernanes; Paulinho Moccelin (Everton Felipe), André e Tréllez (Chico). Técnico: Gustavo Florentín

Local: Arena da Baixada, Paraná
Gols:
Cartões amarelos: Hernanes, Mailson (SPO); Nikão (ATHL)
Cartões vermelhos: Hernanes (SPO)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending