conecte-se conosco
CRBxGoiás CRBxGoiás

ALCRBSérie BÚltimas

CRB perde para o Goiás, tem invencibilidade quebrada na Série B e cai para 4º lugar

Foto: Francisco Cedrim/ AscomCRB

Publicados

em

O fim de uma dupla invencibilidade. Sem aproveitar as oportunidades criadas e também contando com noite inspirada de Tadeu, o CRB perdeu por 1 a 0 para o Goiás, na noite deste sábado, pela 23ª rodada da Série B. Resultado que faz o time quebrar uma sequência de 11 jogos sem perder no Brasileiro, além de pôr fim à série invicta, também na competição, atuando no Rei Pelé.

Com o revés dentro de casa, o CRB saiu de vice-líder para a quarta colocação, com 40 pontos somados. Na próxima rodada, o time encara o Vasco, novamente no Rei Pelé, na quinta-feira (21), às 19h.

CRB começa melhor, mas para na trave e é envolvido pelo Goiás

Um primeiro tempo de imposição inicial do CRB dentro dos seus domínios, mas que pouco refletiu em vantagem no placar. Isso porque a equipe regatiana logo depois de ter ‘beijado’ a trave de Tadeu, aos 22 minutos, em cabeceio de Marthã, e ter tido lance de possível pênalti revisado pelo VAR, o Goiás saiu em vantagem no Rei Pelé e administrou todo o restante da primeira etapa. Aos 24, após cruzamento na esquerda, Reginaldo tentou cortar, mas Hugo aproveitou a falha e tocou para Elvis, ex-CRB, garantir o 1 a 0 para o Esmeraldino. Inibindo o Galo, quase sempre recorrendo, após o gol, às jogadas de bola aérea, o Goiás, inclusive, esteve muito perto de fazer o 2 a 0, em finalização de Fellipe Bastos passando rente à trave de Diogo Silva.

Indo para cima desde o início da etapa complementar para igualar o marcador, principalmente após as entradas de Nícolas Careca e Renan Bressan, o CRB é quem dominou o Goiás, mas ora pecando na falta de pontaria, ora parando em Tadeu, não conseguiu furar o bloqueio defensivo do rival. Duas oportunidades mais claras foram construídas pelo time alagoano, com Pablo Dyego, aos 17, e Renan Bressan, aos 22 – essa última, diga-se, em defesa espetacular de Tadeu. Resumindo-se a defender, o Goiás chegou apenas uma única vez ao gol de Diogo Silva, mas o arqueiro se impôs e evitou o 2 a 0, crescendo em cima de Nícolas – o árbitro, de todo modo, já havia marcado impedimento.

Ficha do jogo

CRB 0

Diogo Silva, Reginaldo (Negueba), Frazan, Caetano e Guilherme Romão; Marthã, Wesley (Renan Bressan) e Diego Torres; Pablo Dyego (Alisson Farias), Júnior Brandão (Nícolas Careca) e Jajá. Técnico: Allan Aal.

Goiás 1

Tadeu, Dieguinho (Albano), David Duarte, Reynaldo e Hugo (Iago Mendonça); Rezende, Caio, Felipe Bastos (Matheus Salustiano), Elvis (Ivan) e Dadá Belmonte (Daniel Oliveira); Nícolas. Técnico: Marcelo Cabo.

Local: Rei Pelé
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistentes: Francisco Carlos do Nascimento e Luiz Alberto Andrini Nogueira
Gols: Elvis, do Goiás, aos 24′ do 1T;
Cartões amarelos: Elvis (G), Frazan (C),

Trending