conecte-se conosco

PBSeleção BrasileiraÚltimas

Em João Pessoa, seleção feminina faz jogo tranquilo e goleia Argentina em amistoso

Lucas Figueiredo/CBF

Publicados

em

A sequência de dois amistosos que marcam o início do novo ciclo da Seleção Brasileira Feminina está finalizada. A Paraíba foi palco dos dois Superclássicos contra a Argentina, que terminaram com duas vitórias brasileiras. A desta segunda-feira, no Almeidão, em João Pessoa, veio em um sonoro 4 a 1, com gols de Kerolin, Marta, Debinha e Yasmin, enquanto Larroquette marcou o solitário gol albiceleste.

Antes, na sexta-feira, jogando no Amigão, em Campina Grande, o Brasil já vinha de uma vitória por 3 a 1. Esses amistosos tem mudanças importantes na composição da Seleção, com uma renovação na Seleção, que não contou com nomes experientes como a goleira pernambucana Bárbara e a meia baiana Formiga. Ao mesmo passo, novas oportunidades já foram dadas para jogadores que são esperança para o futuro do futebol brasileiro, como Bruninha e Angelina.

Como esperado, o jogo teve domínio brasileiro desde o apito inicial. As atletas canarinhas dominavam o meio de campo e eram mais propositivas no ataque, conseguindo ter uma boa presença ofensiva e anular boa parte das jogadas das hermanas antes de virarem lances de perigo real. Isso fica bem claro quando comparamos as finalizações totais do jogo, com 15 chutes das brasileiras frente a apenas sete das argentinas.

Esse domínio, inclusive, não é novidade, afinal, este foi o 19º confronto entre as duas seleções, com 16 vitórias brasileiras, além de um empate e duas derrotas, somando 64 gols tupiniquins e apenas 13 porteños.

O primeiro gol do jogo veio logo aos 19 minutos, com Kerolyn aparecendo livre na segunda trave após a saída errada da goleira argentina em cobrança de escanteio da esquerda. Logo antes, porém, o gol já poderia ter saído no foguete de Marta que parou em defesa espetacular.

Aos 37, a própria rainha aproveitaria para ampliar, em uma cobrança de falta da entrada da área que tocou no travessão e quicou dentro do gol.

Depois, o início do segundo tempo foi intenso, com Yasmin cruzando da esquerda para Debinha cabecear no contrapé da goleira logo aos dois minutos. Aos 5, uma saída errada da defesa brasileira teve falha da estreante Lauren, deixando a bola de graça para Larroquette diminuir. A resposta viria no minuto seguinte, com Marta, pelo meio, encontrando Yasmin pela esquerda para invadir a área e encher o pé para fechar o placar.

Dali em diante, o Brasil ainda teve boas oportunidades e conseguiu administrar bem o resultado até o apito final, com a o bom resultado sendo garantido para permitir um bom início de jornada rumo à Copa do Mundo de 2023 para as comandadas de Pia Sundhage.

Trending