conecte-se conosco

NáuticoPESérie BÚltimas

Justiça condena Kevyn a indenizar o Náutico por abandono; jogador vai recorrer

Foto: Caio Falcão/CNC

Publicados

em

O Náutico obteve uma vitória na Justiça do Trabalho, nesta quinta-feira (23). O lateral-esquerdo Kevyn, que deixou o Timbu em fevereiro por meio de uma rescisão indireta, foi condenado a indenizar o clube por abandono de emprego.

Esta era a tese defendida pelo departamento jurídico do Náutico desde o início. No entanto, o jogador conseguiu a liberação da documentação para assinar com o CSA, clube que defende atualmente. Mas, ao menos, o Timbu quer receber a indenização.

“Como nós defendíamos desde o início, o Tribunal entendeu que houve abandono de emprego e, com isso, a demissão por justa causa. Assim, Kevyn foi condenado a indenizar o clube”, explicou o vice-presidente jurídico do Náutico, Bruno Becker, que evitou falar sobre o valor da indenização.

Em contato com a reportagem do NE45, o empresário de Kevyn, Paulo Braziliense, afirmou que vai recorrer da decisão. Além disso, confirmou também que o atleta segue no CSA.

“Ele continua no CSA. Vamos recorrer da decisão e o processo continua. Ainda não tem nenhuma decisão final sobre isso”, resumiu.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending