conecte-se conosco

PESérie ASportÚltimas

Em reencontro com a torcida, Sport vence bem o Juventude e ganha fôlego na Série A

Vitória é a segunda seguida do Leão e reduz margem para deixar Z4

Foto: Anderson Stevens/ Sport Recife

Publicados

em

Um reencontro dos sonhos para os rubro-negros, que depois de 577 dias voltaram a acompanhar o Leão da arquibancada. Na Arena de Pernambuco, o Sport arrasou, principalmente no segundo tempo, e venceu o Juventude por 3 a 1, na noite desta quarta-feira, pela 24ª rodada da Série A. Os gols do time pernambucano foram marcados por Zé Welison, Mikael e Chico, enquanto Paulinho Bóia descontou para os gaúchos.

E agora?

Com o resultado, o Sport emendou a segunda vitória seguida e ganhou fôlego na disputa contra a degola. Agora, subiu para o 18º lugar, com 23 pontos, um abaixo do Santos, primeiro time fora da zona de rebaixamento – que ainda joga na rodada. Na sequência da competição, o Leão recebe o Corinthians, neste sábado, novamente na Arena

Sport eleva a precisão ofensiva e vence o Juventude com autoridade; 2ª seguida

O jogo

O primeiro tempo foi de dificuldades para o Sport. Lento e pragmático na troca de passes, não conseguiu envolver o Juventude, que apresentou uma postura cômoda em campo, com as linhas de marcação baixas e nenhuma pressa na hora da posse.

Desta forma, o Rubro-negro recorreu às jogadas laterais e cruzamentos, principalmente pela esquerda com Sander, mas não conseguiu finalizar. Assim, a jogada mais perigosa foi um chute de fora com Hernanes, que passou perto.

Pouco inspirado, o primeiro tempo parecia caminhar empatado sem gols para o fim, já que, do outro lado, Mailson mal foi exigido. Mas só parecia: recurso mais utilizado pelo Sport, a bola aérea funcionou. Aos 36 minutos, Everaldo cruzou da direita e achou Zé Welison, que mesmo distante da barra, cabeceou bem para colocar o Rubro-negro na frente.

Segundo tempo

Para a etapa complementar, o Leão voltou arrasador. Mas muito por conta também do Juventude, que se atirou para o ataque. Assim, o Rubro-negro teve espaços para contra-atacar. E foi letal.

Logo aos quatro minutos, após saída rápida, Zé Welison arrancou pela direita e serviu Mikael dentro da área, que, de primeiro, estufou as redes para ampliar. Mesmo com o 2 a 0, o Sport seguiu com ímpeto para aproveitar as brechas e quase ampliou em dois lances, com Zé Welison, que entrou cara a cara mas parou em Douglas, e com Everaldo, que avançou bem pela direita e finalizou de esquerda, mas a bola passou raspando.

Com o passar do tempo, Gustavo Florentín fez uma mexida precavida para manter o placar, com a entrada de Chico e saída de Gustavo. E a alteração deu certo do ponto de vista ofensivo: aos 24, depois de falta frontal levantada na área, o zagueiro subiu bem para marcar e fazer 3 a 0.

Na reta final do jogo, o Sport passou a ter uma postura de administrar o resultado. Mas acabou sendo vazado, quando Chico derrubou Paulinho Bóia na área, aos 35. Na bola, o próprio Paulinho bateu no canto, sem chances de defesa para Mailson, e diminuiu. Mas já não havia tempo para mais nada e o Leão conquistou uma boa vitória na luta para tentar deixar a zona de rebaixamento.

Ficha

Sport

Mailson; Ewerthon, Rafael Thyere, Sabino, Sander; Marcão, Zé Welison, Hernanes (Pedro), Gustavo (Chico); Mikael (Tréllez) e Everaldo (Paulinho Moccelin). Técnico: Gustavo Florentín

Juventude

Douglas; Michel Macedo, Quintero, Victor Mendes, William Matheus; Jadson (Wagner), Dahwan, Guilherme Castilho (Ricardinho); Sorriso (Wescley), Roberson (Castilho) e Capixaba (Paulinho Bóia). Técnico: Marquinhos Santos

Local: Arena de Pernambuco, São Lourento da Mata
Público: 1.219
Gols: Zé Welison, Mikael, Chico (SPO); Paulinho Bóia (JUV)
Cartões amarelos: Chico, Everaldo (SPO); Wagner, Michel Macedo (JUV)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending