conecte-se conosco

CECearáSérie AÚltimas

Em jogo equilibrado, Ceará para em Weverton e perde por 2 a 1 para o Palmeiras no Castelão

Stephan Eilert/Ceará SC

Publicados

em

Depois de 24 anos, o Ceará voltou a ser derrotado pelo Palmeiras no Castelão. Em um jogo aberto, com boas chances para os dois lados, o vozão até conseguiu ter bons momentos de domínio, sendo um time mais perigoso na maior parte dos ataques, mas deixou espaços para as respostas paulistas, o que garantiu a vitória por 2 a 1 para o Porco.

Os gols do jogo saíram dos pés de Zé Rafael, que conseguiu acertar uma bela cobrança de falta no fim do primeiro tempo, e Deyverson, aproveitando jogada rápida no meio da segunda etapa. No final, Cléber conseguiu diminuir para o Alvinegro, que ainda parou na boa atuação do goleiro Weverton, com defesas importantes para impedir uma boa resposta cearense.

O Verdão ainda chegou a marcar dois gols bem anulados por impedimento no segundo tempo, um com Luiz Adriano e outro com Gabriel Veron, mas o VAR foi acionado e cancelou os dois tentos paulistanos.

Como fica?

Com o tropeço, o Ceará fica na 14ª posição, com 31, apenas três pontos acima do Z4. O Palmeiras, por sua vez, ultrapassa o Fortaleza e assume a terceira colocação, com 46 pontos. O próximo compromisso alvinegro é às 17h deste sábado, visitando o Juventude, em Caixas do Sul. Os paulistas só jogam às 21h30 da segunda-feira, recebendo o Sport.

Jogo equilibrado, bola parada decide

Ao longo da etapa inicial, Ceará e Palmeiras protagonizaram um jogo aberto e equilibrado. Sem buscar marcações tão apertadas, os times tinham comportamentos ofensivos e acabavam por dar espaço para as jogadas adversárias.

Em sua estratégia, apostando em subidas de maior velocidade ao ataque, o Vozão conseguiu ter as melhores oportunidades do primeiro tempo, ainda que com menor controle da posse de bola. Assim, o Alvinegro conseguiu levar perigo em chutes de Fernando Sobral, Erick e Vina, que passaram perto de abrir o placar.

Do lado paulistano, os ataques fluíam com maior dificuldade, dando menos trabalho para o goleiro. A primeira finalização certa do Palmeiras, porém, seria o necessário para abrir o placar, quando aos 48, Zé Rafael acertou uma cobrança de falta com perfeição e deixou Richard plantado para fazer 1 a 0.

Ceará propõe e Palmeiras contra-ataca

Atrás no placar, o Ceará tratou de subir as linhas e aumentar a pressão ofensiva. Se isso permitia que o time de Parangabuçu pisasse mais na área e pudesse buscar um empate, isso também deixava o Palestra fortalecer a sua defesa e apostar nos contra-ataques para buscar o segundo gol.

Em uma dessas, em boa jogada com Rony pela direita, Luiz Adriano até empurrou para o gol, mas um impedimento na origem da jogada anulou o que poderia ter sido o 2 a 0. Esse, porém, não demoraria. Aos 26, Scarpa recebeu em profundidade pela esquerda e, no primeiro toque na bola após entrar em campo, cruzou na medida para Deyverson receber na frente de Gabriel Lacerda e empurrar para o gol.

Depois do segundo gol, o Ceará perdeu força na sua pressão ofensiva, mas seguiram criando boas chances. O diferencial, porém, era a atuação de Weverton, que fez boas defesas tanto nos dois tempos. Ele só não conseguiu aparecer aos 43, quando Erick recuperou uma bola na ponta direita e trabalhou com Jorginho, que passou para Cléber, dentro da área, betar para o gol.

Ainda dava tempo para mais emoção, uma vez que , aos 46, Gabriel Veron chegou a balançar as redes de Richard mais uma vez, mas, novamente, o gol foi anulado por impedimento.

Ficha do jogo

Ceará (1)
Richard; Igor, Luiz Otávio, Gabriel Lacerda e Kelvyn; Fernando Sobral (Fabinho), Marlon (Cléber), Vina (Jorginho) e Lima (Stiven Mendoza); Erick e Gabriel Santos (Jael). Técnico: Tiago Nunes.

Palmeiras (2)
Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Joaquín Piquerez; Zé Rafael (Danilo Barbosa), Felipe Melo e Raphael Veiga (Gustavo Scarpa); Rony (Breno Lopes), Dudu (Gabriel Veron) e Luiz Adriano (Deyverson). Técnico: Abel Ferreira.

Local do jogo: Arena Castelão, em Fortaleza-CE
Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Passos Sorence (GO) e Hugo Savio Xavier Correa (GO)
Gols:
Zé Rafael (48’/1ºT | PAL), Deyverson (26’/2ºT | PAL), Cléber (43’/2ºT | CEA)
Cartões amarelos: Igor, Vina, Erick, Luiz Otávio (CEA), Zé Rafael e Weverton (PAL)

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending