conecte-se conosco

ALCRBFortalezaSérie BÚltimas

Diretoria do CRB tem Fortaleza como exemplo e prega sequência do projeto

‘Confio muito’, afirmou o executivo de futebol do clube, Thiago Paes

Foto: Divulgação/ CRB

Publicados

em

O CRB figurou durante toda a Segundona na parte de cima da classificação, mas perdeu força na reta final e não conseguiu o acesso para a elite em 2021. Apesar de o principal objetivo não ter sido atingido, a avaliação em torno do departamento de futebol do Galo da Pajuçara é positivo. Pelo menos é o que diz o executivo do clube, Thiago Paes.

Desta forma, a próxima temporada do CRB será de continuidade ao trabalho que vem sendo desenvolvido. E para sustentar isso, o dirigente apontou como exemplo o Fortaleza, que em 2017 disputava a Série C e em 2022 estará na fase de grupos da Taça Libertadores.

“Há quatro anos atrás o Fortaleza estava na Série C. Por três anos, no jogo decisivo com o Castelão lotado com 60 mil, o Fortaleza não subiu. Imagina se naquele momento tudo que estava sendo construído internamente dentro do clube fosse jogado pro alto, porque não estavam conseguindo sair da Série C? Com certeza, hoje eles não teriam terminado uma Série A em quarto lugar”, avaliou Thiago Paes.

“Então, acredito muito no projeto do CRB. Acho que CRB tem quatro pessoas acima de tudo assim, à frente de tudo, conduzindo com maestria, com excelência, com visão, com mentalidade, como presidente Mário (Marroquim) falou muito bem: o mercado hoje, a indústria do futebol brasileiro, enxerga o CRB de uma maneira que talvez nós alagoanos ainda não estamos enxergando”, acrescentou o executivo.

Até aqui, aliás, o clube vem conseguindo manter uma base para 2022, com as renovações de Diogo Silva, Arthur, Gum, Guilherme Romão, Claudinei e Jean Patrick. Além deles, Wesley tem contrato e também continua. Por fim, a diretoria tenta manter Diego Torres e Caetano, fora a repatriação de Hyuri, atualmente nos Emirados Árabes.

Trending