Connect with us
Náutico_JuninhoCarpina Náutico_JuninhoCarpina

NáuticoPEPernambucanoÚltimas

Com time 100% reserva, base volta a decidir e Náutico vence o Vera Cruz no Estadual

Foto: Tiago Caldas/CNC

Published

on

Usando time 100% reserva, o Náutico bateu o Vera Cruz por 2 a 1 na noite desta quinta-feira, em duelo válido pela quarta rodada do Campeonato Pernambucano. No estádio Antônio Inácio, o Timbu abriu o placar com Juninho Carpina e ampliou com Júlio, ambos pratas da casa. O Galo das Tabocas descontou com Jailton, de pênalti, e poderia até mesmo ter chegado ao empate, em chutes de Cinho e Nego Biza.

Como fica?

O triunfo alvirrubro deixa a equipe na quarta posição da tabela, com nove pontos conquistados – a destacar que o time ainda tem um jogo a menos. Já o Vera Cruz figura em nono lugar e soma apenas um ponto.

Calendário

O Náutico volta a campo diante do Afogados da Ingazeira, fora de casa, no próximo sábado, às 16h30, enquanto o Vera Cruz visita o Sete de Setembro, na terça-feira, às 15h.

Com reservas, o timbu renovou as energias para sequência nas copas e mesmo assim se recuperou no Estadual.

O jogo

Um primeiro tempo em que o Náutico foi absoluto, inibindo o Vera Cruz de qualquer investida articulada no gol de Bruno. O Timbu aproveitou mais uma noite inspirada do prata da casa Juninho Carpina para ditar o ritmo do jogo. E foi dele que partiu o primeiro gol do duelo no Antônio Inácio. Em falta muito perto da entrada da área, o meia bateu no ângulo esquerdo de Ciriaco, que ainda encostou leve na bola, mas não foi suficiente para evitar o golaço. Após o gol, o Náutico seguiu criando novas oportunidades e Pedro Victor, três vezes, além do próprio Carpina, em finalização de longe, tentaram, mas, dessa vez, sem alteração no marcador. Apresentando pouco repertório ofensivo, o Vera, de fato, só fez Bruno trabalhar uma única vez, ao defender boa finalização de Vinícius Caveirinha.

Já no início do segundo tempo, o Náutico ampliou a vantagem com mais um jogador da base. Robinho fez boa jogada individual e cruzou para Júlio, de cabeça, ampliar. Contudo, o Vera Cruz voltou mais atento para o jogo – e de forma organizada. E minutos depois do gol timbu, diminuiu. Vinícius Caveira finalizou na grande área, a bola bateu na mão de Carlão e o árbitro assinalou o pênalti. Jailton, na marca de cal, guardou. A partir daí, o jogo se mostrou mais aberto, com chances criadas por ambos os lados. No Náutico, Kauã Maranhão, duas vezes, finalizou para defesa de Ciriaco, além de Júlio, que colocou uma bola na trave. No Vera, Sinho esteve muito perto de garantir o empate para o Galo das Tabocas, depois de soltar uma bomba em cobrança de falta e bola explodir na trave. Já no final do duelo, a partida ficou truncada, com muitas faltas e o juiz, além de advertir vários atletas com cartões amarelos, expulsou Júlio e Márcio.

Ficha do jogo

Vera Cruz 1

Ciriaco, Sinho, Jari, Márcio e Ramires; Kleiton, Matheus Rosas e Jailton; Vinícius Caveira, Índio (Nego Biza) e Braga. Técnico: Gabriel Lisboa.

Náutico 2

Bruno, Thassio, Carlão, João Paulo e Luan; Richard Franco, Wagninho e Eduardo Teixeira (Júlio); Pedro Vitor, Carpina e Robinho (Kauã Maranhão). Técnico: Marcelo Rocha.

Local: Antônio Inácio
Árbitro: Tiago Nascimento dos Santos
Assitentes: Francisco Chaves Bezerra Junior
e Humberto Martins Dias Silva
Gols:
Juninho Carpina, aos 12′ do 1T; Júlio, do Náutico, aos 4′ do 2T; Jailton, do Vera Cruz, aos 7′ do T
Cartões amarelos:
Jeferson Jari (V), Matheus Rosas (V), Índio (V); Juninho Carpina (N), Wagninho (N), Richard Franco (N), Luan (N), Carlão (N)
Cartões vermelhos: Júlio, do Náutico; Márcio, do Vera Cruz

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados