conecte-se conosco

Copa do NordesteNáuticoPESEÚltimas

Náutico vence Sergipe, volta ao G4 do Nordestão e depende apenas de si para classificar

Foto: Tiago Caldas/CNC

Publicados

em

O desempenho ainda não foi o que a torcida espera, mas o Náutico conquistou um importante resultado na Copa do Nordeste. Na noite deste domingo, o Timbu venceu o Sergipe por 3×0, nos Aflitos, com gols de Robinho, Jean Carlos e Pedro Vitor.

A vitória colocou o Alvirrubro pernambucano no G4 do Grupo B. A equipe subiu para o 4º lugar com 11 pontos e depende apenas de si para se classificar às quartas de final do Nordestão. Na última rodada, basta vencer o Globo, no Barretão, no dia 19 de março. Porém, antes, o Timbu tem compromissos pelo Pernambucano. Na quarta, enfrenta o Caruaru City, às 20h30, também nos Aflitos.

Já a derrota não mudou em nada a situação do Sergipe, que segue na lanterna do Grupo A com apenas um ponto e já eliminado. Diante do Bahia, também no dia 19, no Batistão, vai apenas cumprir tabela. Pelo Estadual, na quarta, pega o Falcon.

Robinho faz a diferença no fim

Como era esperado, pela necessidade na competição, o Náutico ditou o ritmo do jogo e manteve a posse de bola. Mas com pouca intensidade para furar a defesa do Sergipe. E quando balançou as redes, o lance foi anulado. Ewandro fez um gol e o árbitro marcou falta por uma jogada perigosa questionável na dividida da bola. Além disso, ainda aos 16 minutos, o técnico Felipe Conceição perdeu Rhaldney, machucado, e teve de acionar Wagninho.

Na sequência, o Timbu teve dificuldades para criar perigo e ainda correu riscos. Aos 40 minutos, Gilmar cruzou para a área e Paulinho, livre, cabeceou por cima e perdeu uma grande chance. Porém, a resposta dos pernambucanos foi fatal e a criação da jogada saiu dos pés de um jogador inesperado. O zagueiro Carlão avançou no meio-campo e deu um bonito passe para Robinho. O atacante recebeu e chutou na saída do goleiro para abrir o placar aos 45 minutos.

Vitória assegurada com Jean Carlos

Assim como no primeiro tempo, o Timbu precisou tomar um susto para acordar e fazer um gol. Logo na volta do intervalo, o Gipão assustou em um cruzamento de Gilmar, que desviou e foi na rede do lado de fora. E a sequência do jogo foi favorável aos donos da casa. Aos 11 minutos, Wagninho cruzou e a bola sobrou para Jean Carlos concluir com categoria no fundo das redes para fazer 2×0.

O placar poderia ter ficado ainda mais tranquilo em seguida. Ewandro pegou um rebote e acertou a trave. Já na reta final, Júlio, entrou no lugar de Robinho, teve outra grande oportunidade de fazer o terceiro. Porém, parou no goleiro Kennedy. No último lance, enfim, a bola voltou a entrar. Júlio achou Pedro Vitor livre. O atacante invadiu a área, tirou do goleiro e fechou o placar em 3×0 para o Náutico.

Ficha do jogo

Náutico 3
Lucas Perri; Hereda, Wellington, Carlão e Júnior Tavares; Richard Franco (Djavan), Rhaldney (Wagninho) e Jean Carlos (Jhon Kennedy); Pedro Vitor, Ewandro (Thássio) e Robinho (Júlio). Técnico: Felipe Conceição.

Sergipe 0
Kennedy; Márcio Lima, Sílvio, Diego Augusto e Gilmar; Diego Aragão (Chiquinho Alagoano), Ewerton Ageu (Janderson) e Doda (Fabiano); Kaio Felipe, Kaio Wilker (Adailson) e Paulinho Simionato (Hiago Ramiro). Técnico: Daniel Neri.

Local: Estádio dos Aflitos, no Recife-PE.
Árbitro: Tiago Ramos de Oliveira (PB);
Assistentes: Schumacher Marques Gomes (PB) e Paulo Ricardo Alves Farias (PB).
Gols: Robinho (Náutico), aos 45 do 1ºT; Jean Carlos (Náutico), aos 11 do 2ºT, e Pedro Vitor (Náutico), aos 48 do 2ºT.
Cartões amarelos: Doda e Sílvio (Sergipe).

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados