conecte-se conosco
Esquerdinha, do Santa Cruz, contra o ASA Esquerdinha, do Santa Cruz, contra o ASA

ALPESanta CruzSérie DÚltimas

Torcida chega junto, mas Santa Cruz perde do ASA no Arruda pela Série D

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Publicados

em

Houve campanha para o torcedor chegar no Arruda. Foi correspondido. Mas em campo não aconteceu a contrapartida para a torcida coral. O Santa Cruz foi derrotado pelo ASA por 2 a 1, neste sábado (23), pela segunda rodada da Série D. Alex Alves (contra) e Roger Gaúcho marcaram para o Fantasma. Rafael Furtado descontou para o Mais Querido.

Com o resultado, o ASA segue na liderança do Grupo 4, agora com seis pontos. Já o Santa Cruz caiu para a sétima posição, com um ponto, e pode ainda se tornar lanterna nesta rodada.

O Tricolor volta a campo somente no dia 4 de maio, contra a Juazeirense, às 20h, no Adauto Moraes, em Juazeiro-BA. O Alvinegro pega o Sergipe no dia 1 de maio, às 16h, no estádio Municipal de Arapiraca.

Santa Cruz pressiona, mas ASA marca

O Santa Cruz iniciou o jogo com maior ímpeto, pois contava com o apoio do seu torcedor no Arruda. Aplicou volume ofensivo, na empolgação, mas não conseguia criar chances claras para abrir o placar. Faltou trabalhar mais a bola, trocar passes e chegar pelo chão. O Tricolor abusou da bola aérea e lançamentos longos, o que facilitou para a marcação alagoana.

Aos 13 minutos, uma cena bastante dolorosa. Em disputa de bola com o goleiro Railson, o atacante Ariel, que fazia sua estreia pelo Santa Cruz, acabou fraturando a perna e foi socorrido direto para um hospital do Recife.

Enquanto isso, o ASA vinha bem postado. Concedeu poucos espaços, afastou bem o perigo, e buscou os contra-ataques. Assim, quase abriu o placar aos 18 minutos, num erro de saída de bola de Alex Alves. Roger Gaúcho recuperou a bola após Alex Alves vacilar, mas parou em defesa de Kléver.

Aos 21 minutos, aumentou a aflição coral quando o Alvinegro abriu o placar. Após cobrança de escanteio, Alex Alves se atrapalhou e colocou a bola contra a própria meta.

No restante da primeira etapa, o Tricolor ainda tentou o empate. Mas pouca criatividade e o excesso de bolas cruzadas para a área não ajudaram. A melhor chegada coral veio aos 34, em chute de Wescley da intermediária, mas Railson espalmou.

Empurrado pela torcida, Santa busca empate

O segundo tempo seguiu com um maior volume ofensivo por parte do Santa Cruz. O Tricolor chegava, mas encontrava as mesmas dificuldades de furar a linha defensiva do ASA. Quando teve espaço, falhou na finalização. Rafael Furtado foi afobado em várias oportunidades e sequer acertou a meta.

Por outro lado, totalmente recuado, os alagoanos vinham segurando a pressão e Railson pouco trabalhou. Até que, aos 30 minutos, Matheuzinho foi derrubado dentro da área e o árbitro marcou o pênalti para o Tricolor. Na cobrança, Rafael Furtado mandou forte, no alto, e empatou.

Vacilo na defesa coral e o ASA não desperdiça

Entretanto, o Santa Cruz deu um vacilo enorme na defesa e o ASA soube aproveitar. Depois do Tricolor perder a bola no ataque, o Fantasma puxou contra-ataque e a zaga cochilou. Deu espaço para a entrada pela esquerda e Roger Gaúcho, com total liberdade, desempatou aos 41 minutos e garantiu a vitória.

Ficha do jogo

Santa Cruz (1)

Kléver; Marcos Martins, Júnior Sergipano, Alex Alves e Dudu Mandai (Ítalo Silva); Rodrigo Yuri, Tarcísio e Wescley (Raphael Macena); Ariel (Esquerdinha), Matheuzinho (Fabrício) e Rafael Furtado (João Cardoso). Técnico: Leston Júnior.

ASA (2)

Railson; Michel, Benedito, Cristian e Assis; Fidélis, Edson Magal (Magdiel), Gutti (Everton) e Roger Gaúcho; Lucas Gaspar (Matheuzinho) e Xande (Marcinho). Técnico: Maurício Copertino.

Local: Estádio do Arruda, no Recife-PE.

Árbitro: Raimundo Rodrigues de Oliveira Júnior (CE).

Assistentes: Ricardo Jorge dos Santos e Daniele de Andrade Felipe (ambos PE).

Gols: Rafael Furtado, aos 30′ do 2ºT (SCZ); Alex Alves, contra, aos 21′ do 1ºT, e Roger Gaúcho, aos 41′ do 2ºT (ASA).

Cartões amarelos: Alex Alves e Rafael Furtado (SCZ); Roger Gaúcho eGutti (ASA).

Público: 19.491 pessoas.

Renda: R$ 359.955,00.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending