conecte-se conosco
Fortaleza em campanha antirracista Fortaleza em campanha antirracista

CEFortalezaLibertadoresÚltimas

Fortaleza faz campanha antirracista em jogo contra River Plate, pela Libertadores

Foto: Divulgação/Fortaleza

Publicados

em

O Fortaleza entrou em campo contra o River Plate, pela quarta rodada da Libertadores, puxando uma campanha contra o racismo. Na partida, o goleiro Max Walef entrou com um par de luvas pretas, com o símbolo da luta antirracista e dizeres contra o racismo.

Além disso, na entrada dos jogadores em campo, a torcida do Leão preparou um mosaico com a frase “Stop Racism”. Traduzindo literalmente para o português, significa “pare com o racismo”. O mosaico é permanente. Ou seja, estará montado durante toda a partida contra os argentinos.

Além do Tricolor do Pici, outros clubes brasileiros também sofreram com casos de racismo nesta edição de Libertadores. Flamengo, Corinthians, Palmeiras e Red Bull Bragantino denunciaram situações semelhantes em suas partidas.

Racismo contra torcedores do Fortaleza

No jogo entre o Leão e o River Plate, no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, um torcedor argentino fez gestos racistas e jogou uma banana na direção da torcida do Fortaleza.

Punição ao torcedor do River Plate que jogou banana na torcida do Fortaleza

A cena foi filmada e teve bastante repercussão. O River Plate foi multado pela Conmebol pelo ato do torcedor, com um valor de 30 mil dólares (aproximadamente R$ 150 mil). O valor, inclusive, é o mínimo dentro das normas da entidade para casos de racismo.

O torcedor, que é sócio do clube, foi identificado e suspenso pelos Millonarios em seis meses. Além disso, o homem passará por um curso de conscientização sobre as consequências da xenofobia.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados