conecte-se conosco
Marco Túlo, do CSA, contra o Vasco Marco Túlo, do CSA, contra o Vasco

ALCSASérie BÚltimas

CSA desperdiça chances no 1º tempo, leva no 2º e perde do Vasco na Série B

Foto: Morgana Oliveira/CSA

Publicados

em

O CSA fez jogo truncado com o Vasco, lutou bastante e perdeu duas grandes chances na primeira etapa. No segundo tempo, os donos da casa não perdoaram e fizeram 1 a 0, batendo o Azulão em São Januário, no Rio de Janeiro-RJ, neste sábado (7). Gabriel Pec foi o autor do gol em partida da 6ª rodada da Segunda Divisão.

Como fica o CSA na Série B?

Com o resultado, o CSA cai para a 15ª colocação da Série B, com seis pontos, e pode terminar a rodada no Z4. Já o Vasco sobe para a quinta colocação, com 10 pontos.

O Azulão volta a campo no próximo sábado (14) diante do Operário-PR. O jogo será no Rei Pelé, em Maceió-AL, às 20h30. Enquanto que o Vasco recebe o Bahia no São Januário no domingo (15), às 16h.

Jogo truncado e CSA perde grandes chances

O primeiro tempo não teve grandes emoções. As duas equipes faziam um jogo bastante travado, com poucas oportunidades de gol. Foram muitas faltas na intermediária, dificuldade na armação graças aos vários erros de passe. Entretanto, na análise geral, o Azulão esteve bem mais perto de abrir o placar.

A primeira grande chance foi do Vasco, com Nenê, em cobrança de falta aos 10 minutos. O meia cobrou colocado e Marcelo Carné fez boa defesa, espalmando para lateral. Enquanto isso, o Marujo jogava de forma reativa e teve espaço para contragolpear.

Aos 29, Marco Túlio puxou o contra-ataque e tocou no meio para Lucas Barcelos. Ele tinha a opção de tocar para Didira na direita, livre, ou chutar. Mas, na entrada da área, o atacante bateu fraco e praticamente recuou para o goleiro Thiago Rodrigues.

Mais uma vez nos pés de Lucas Barcelos, outro tento perdido. Aos 35, em lance semelhante, três do CSA contra três do Vasco. Ele carregou pelo meio, teve a oportunidade de tocar para Marco Túlio, mas tentou o chute. A bola desviou na zaga e ficou fácil para defesa do goleiro.

O Alvinegro voltou a incomodar somente aos 41 minutos. Edimar cruzou e Gabriel Dias apareceu com liberdade pelo meio. Ele deu um peixinho na bola, mas Marcelo Carné segurou com tranquilidade.

Vasco aperta e não desperdiça

Na segunda etapa, os donos da casa cresceram de produção e incomodaram mais a defesa alagoana. Tiveram maior volume de jogo e deixaram o Azulão encurralado em alguns momentos. Mas a primeira chance veio do time do Mutange, aos dois minutos, em chute de Marco Túlio para fora.

Aos 13, o Vasco tentou duas vezes, mas Lucão estava no lugar certo para bloquear os chutes. Aos 24, Gabriel Pec finalizou rasteiro para defesa de Marcelo Carné. A pressão seguiu e o goleiro do CSA salvou mais uma vez, agora em cabeçada de Figueiredo aos 25.

Contudo, aos 28, não teve jeito. Figueiredo bateu rasteiro de fora da área e acertou a trave direita. No rebote, Gabriel Pec foi mais rápido do que Werley e emendou para as redes. O gol fez o Azulão acordar para a partida e buscar o empate.

Aos 31, Dalberto tentou de cabeça, mas parou em Thiago Rodrigues. O ex-goleiro do time do Mutange foi importante para segurar o resultado no fim do jogo. Aos 39, Raniel quase ampliou, mas acertou a rede pelo lado de fora. Derrota do CSA fora de casa e frustração pelas oportunidades desperdiçadas.

Ficha do jogo

Vasco (1)

Thiago Rodrigues; Gabriel Dias, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara, Andrey dos Santos (Juninho) e Nenê (Palácios); Getúlio (Figueiredo), Gabriel Pec (Luiz Henrique) e Raniel. Técnico: Zé Ricardo.

CSA (0)

Marcelo Carné; Igor (Dalberto), Lucão, Werley e Diego Renan; Geovane (Ernandes), Giva Santos e Lourenço (Yann Rolim); Didira (Gabriel), Marco Túlio (Osvaldo) e Lucas Barcelos. Técnico: Mozart.

Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro-RJ.

Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro e Fabrini Bevilaqua Costa (ambos SP).

Gol: Gabriel Pec, aos 28′ do 2ºT (VAS).

Cartões amarelos: Yuri Lara, Andrey dos Santos, Thiago Rodrigues e Halls* (VAS); Didira (CSA).

Cartão vermelho: Bruno Nazário* (VAS).

*: Jogadores estavam no banco de reservas.

Trending