Connect with us
Em reencontro com a torcida na Ilha do Retiro, Sport bate o Petrolina e vence a primeira em 2023 Em reencontro com a torcida na Ilha do Retiro, Sport bate o Petrolina e vence a primeira em 2023

PEPernambucanoSportÚltimas

Em reencontro com a torcida na Ilha do Retiro, Sport bate o Petrolina e vence a primeira em 2023

Foto: Rafael Bandeira/Sport Club do Recife

Published

on

No reencontro com o torcedor na Ilha do Retiro, o Sport não decepcionou o seu maior patrimônio e venceu o Petrolina por 2 a 0, neste sábado, pela terceira rodada do Campeonato Pernambucano. Os gols que deram os três pontos ao Leão tiveram as assinaturas dos atacantes Gabriel Santos e de Vagner Love.

Com o resultado, o Sport agora tem quatro pontos e pulou para a segunda posição do Campeonato Pernambucano, enquanto o Petrolina segue com um e ocupa a 11ª colocação do torneio estadual. Vale lembrar, porém, que a rodada ainda não terminou – e há equipes que não atuaram na 1ª rodada da competição.

O Sport volta a campo na terça-feira (17), contra o Salgueiro, no Cornélio de Barros, às 20h, pela quarta rodada da competição. O Petrolina, por sua vez, joga na quarta-feira (18), contra o Íbis, dentro dos seus domínios.

Em reencontro com a torcida na Ilha do Retiro, Sport bate o Petrolina e vence a primeira em 2023
Foto: Rafael Bandeira/ Sport Club do Recife

Primeiro tempo de Sport x Petrolina

O técnico Enderson Moreira promoveu um trio ofensivo completamente diferente do que estreou ante o Maguary, na última quarta-feira. O comandante acionou Wanderson, Edinho e Gabriel Santos, deslocando Luciano Juba para a lateral-esquerda e deixando Kayke e Facundo Labandeira no banco de reservas.

Como esperado, o Sport iniciou o jogo pressionando e criando boas oportunidades, sobretudo no lado direito do campo. Edinho, Eduardo e Fabinho foram peças ativas por ali, assim como o centroavante Gabriel Santos, que se movimentou bastante pelo setor.

Assim, o Rubro-Negro chegou com finalizações de Eduardo, Gabriel Santos e Luciano Juba, todas antes dos 20 minutos de jogo. Aos 25, o Leão deu uma diminuída no ritmo e parou de finalizar por alguns momentos.

Na reta final da etapa inicial, porém, voltou a atacar e chegar com perigo. Luciano Juba bateu e o goleiro Adilson perdeu. Depois, aos 42, foi a vez de Matheus Vargas perder um gol inacreditável. Gabriel Santos cruzou rasteiro para o meio-campista, que tinha a barra aberta e sem goleiro, mas se atrapalhou e desperdiçou.

Quando o primeiro tempo parecia que iria terminar empatado… Gabriel Santos apareceu. No último lance da etapa inicial, Luciano Juba cobrou escanteio com perfeição e o centroavante testou para o fundo do gol, fazendo o primeiro do Rubro-Negro na partida.

Segundo tempo

A etapa final começou num ritmo mais lento. O Sport continuava com a maior posse da bola, mas diferentemente de como terminou o primeiro tempo não estava conseguindo produzir chances reais de gol.

Aos 11 minutos, porém, o técnico Enderson Moreira acionou Labandeira e Love nas vagas de Wanderson e Ronaldo. As alterações melhoraram o Sport, que passou a ter mais volume ofensivo.

Aos 17, porém, foi o Petrolina quem chegou com perigo. Eduardo bateu muito bem de fora da área e acertou a trave do goleiro Renan, quase empatando o duelo na Ilha do Retiro.

O Rubro-Negro seguiu levando perigo, principalmente em investidas envolvendo o atacante Vagner Love, que finalizou bastante desde que entrou. De tanto insistir, o artilheiro do amor conseguiu balançar as redes.

Aos 35, o centroavante pegou a bola na direita e lançou Paulinho, que com calma e categoria devolveu para o camisa 9, que cara a cara com o goleiro do Petrolina não desperdiçou e fez o segundo do Leão na partida.

Com o 2 a 0 em vantagem, coube ao Rubro-Negro administrar vantagem e esperar o apito final para confirmar os três primeiros pontos.

Ficha do jogo

Sport (2)

Renan; Eduardo, Rafael Thyere, Sabino e Luciano Juba; Ronaldo (Vagner Love), Fabinho e Matheus Vargas (Pedro Martins); Edinho (Paulinho), Wanderson (Facundo Labandeira); Gabriel Santos (Igor Carius). Técnico: Enderson Moreira

Petrolina (0)

Adilson; Foguinho, Mailson, Heverton e Rodrigo Ramalho (Igor Tavares); Brendon, Vinicinho (Harisson) e Eduardo; Emerson Galego (Kiko), Acuã e Everton Felipe (Roberto). Técnico: William Lima

Local: Ilha do Retiro

Árbitro: Anderson Luis Marques

Assistentes: Fernando Antonio da Silva Junior e Manoel Barbosa da Silva Neto

Gols: Gabriel Santos e Vagner Love, ambos do Sport

Público: 10.218

Renda: R$ 158.622,50

Cartões amarelos: Eduardo e Sabino, ambos do Sport

Cartão vermelho: Kiko, do Petrolina

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados