conecte-se conosco
Campinense 2 x 0 Santa Cruz Campinense 2 x 0 Santa Cruz

PBPESanta CruzSérie DÚltimas

Campinense domina Santa Cruz e mantém vivo o sonho de classificar ao mata-mata da Série D

Publicados

em

Segue improvável, mas o Campinense fez sua parte nesta segunda-feira para seguir sonhando com a vaga no mata-mata da Série D. Jogando em casa, a Raposa dominou o Santa Cruz e com um gol no início de cada tempo conseguiu encaminhar um triunfo tranquilo por 2 x 0. Os gols do jogo foram marcados pelos atacantes Matheus Lagoa e Gilvan.

Com o resultado, o Santa Cruz perdeu sua chance de conseguir voltar ao G-4. Assim, a Cobra Coral segue na quinta posição, com 19 pontos ganhos. O Campinense, por sua vez, manteve seu sonho de chegar ao mata-mata vivo. Precisando de duas vitórias nos próximos dois jogos, a Raposa ocupa a sexta posição com 15 pontos.

O jogo

Muito pressionado para voltar ao G-4 da Série após resultados desfavoráveis na rodada, o Santa Cruz mal pisou no gramado do Amigão e já estava perdendo para o Campinense. Com a proposta de explorar a velocidade dos pontas Matheus Lagoa e Júnior Pirambu, a Raposa conseguiu abrir o placar logo aos 4 minutos de partida.

Guedes vacilou na interceptação de bola rifada por Gleibson e viu Matheus Lagoa tomar a frente, dominar, invadir a área e bater com tranquilidade para vencer Michael e colocar o 1 x 0 no placar.

Em desvantagem e precisando desesperadamente da vitória, o Tricolor do Arruda se lançou mais ao ataque. Entretanto, os erros de passe no meio-campo atrapalharam bastante a criação de lances perigosos. Portanto, o time da casa passou se fechar mais e buscar agredir a defesa coral nos contragolpes.

A melhor chance do Tricolor do Arruda só saiu aos 41 minutos. Após bola alçada na área, o volante Emerson Souza testou firme para uma excelente defesa do goleiro Gleibson, que garantiu a vantagem do Rubro-negro paraibano na etapa inicial.

Na volta do intervalo, o técnico Felipe Conceição retornou já com duas mudanças. Assim, acionou Yan Oliveira e Iago Silva nas vagas de Ítalo Melo e Nadson. Contudo, o Tricolor não teve nem tempo de se estabelecer em campo para sofrer um novo golpe.

No primeiro minuto, a defesa do Santa Cruz vacilou e Matheus Lagoa foi derrubado na área. O centroavante bateu bem o pênalti, deslocou Michael e ampliou a vantagem dos donos da casa.

Após o segundo gol, a partida foi paralisada por conta de confusões no setor de arquibancada onde estavam torcedores do Santa Cruz. A Polícia Militar foi acionada e conseguiu controlar os transtornos. Antes do jogo iniciar já havia acontecido um incidente fora do estádio, quando organizadas de Campinense e Santa Cruz se enfrentaram do lado de fora do Amigão.

Com dois gols de desvantagem, o Tricolor do Arruda até tentou ser mais presente no ataque, mas pouco conseguia produzir. Desorganizado em campo, o time coral abusava das bolas longas e errava muitos passes. Dessa forma, o técnico Dico Woolley fechou o seu time, mas apesar disso, ainda viu o Campinense continuar empilhando chances e exigindo defesas de Michael. Portanto, o Campinense segue vivo na luta por uma vaga no mata-mata.

Próximos jogos

As duas equipes voltam a campo pela penúltima rodada da fase de grupos no próximo domingo. Às 15h30, o Campinense visita o já eliminado Globo-RN no Barrettão. O Santa Cruz, por sua vez, recebe o Potiguar de Mossoró, no Arruda, em confronto direto por vaga no G-4, às 16h.

Ficha do jogo

Campinense 2
Gleibson; Thiago Ennes, Fredson, Anderson Sobral e Júlio Ferrari (Mauri); Bruno Henrique, Memo e Pedro Thomáz; Matheus Lagoa, Júnior Pirambu (Guilherme Escuro) e Gilvan (Jefferson Victor). Técnico: Dico Woolley.

Santa Cruz 0
Michael; Rhuan Rodrigues (Chiquinho), Ítalo Melo (Yan Oliveira), Guedes e Ítalo Silva (Marcus Vinícius); Emerson Souza, Wagninho e Nadson (Iago Silva); Lucas Silva, Emerson Galego e Miullen. Técnico: Felipe Conceição.

Local: Estádio Amigão, em Campina Grande (PB)
Árbitro: Roger Goulart (RS)
Assistentes: Ruan Neres Souza de Queiros e Wlademir Cunha Mendes (ambos da PB)
Gols: Matheus Lagoa aos 4/1ºT, Gilvan aos 2/2ºT (Campinense)
Cartões amarelos: Bruno Henrique, Anderson Sobral, Gilvan, Pedro Thomáz (Campinense); Emerson Souza, Wagninho, Rhuan Rodrigues, Miullen (Santa Cruz)

Trending

Copyright © 2020 NE45. Todos os direitos reservados